Após duas medalhas olímpicas nos anos 90, o ex-nadador Xuxa agora é campeão de poker

Xuxa Poker

A vida de um atleta de alto rendimento envolve muito foco, concentração e treino como poucas outras áreas do trabalho humano requerem. Quando o assunto são os Jogos Olímpicos, cuja última edição teve seu término no último dia (21), mais ainda – não é fácil competir contra a elite dos atletas mundiais.

Essa gana por competir acaba fazendo com que muitos ex-atletas acabem buscando atividades que sejam dinâmicas e que tenham em sua essência algum tipo de competitividade. Foi o caso de Fernando Scherer, sete vezes medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos e bronze nas olimpíadas de Atlanta 1996 e Sidney 2000. Scherer, também conhecido como “Xuxa”, aposentou-se aos 33 anos.

Desde então, vem se dedicando a outras atividades. Ele é proprietário de uma academia em Florianópolis e já há algum tempo vem se dedicando a outro esporte, o poker. A exemplo de Ronaldo, conhecido por desfilar nos campos de futebol com a camisa 9 da seleção brasileira, Scherer vem levando a modalidade bem a sério e na última edição da BSOP, o campeonato brasileiro da modalidade, conseguiu frutos. Ao final do último mês ele conquistou seu primeiro troféu num campeonato de grande visibilidade.

A minha dedicação é quase a mesma que tinha nas piscinas, tenho estudado, feito muitos cursos”, disse Xuxa ao site SuperPoker. “É um grande prazer ganhar esse troféu em minha primeira mesa final de BSOP”, finalizou. Fernando disputou um dos eventos paralelos da etapa paulistana do Campeonato, o nº19 com entrada de 3 mil reais. No caminho, segundo o blog da PokerStars, Xuxa passou por cima de um dos mais consistentes profissionais da modalidade, André Akkari. Fernando ficou em primeiro dentre 80 jogadores inscritos no torneio, levando para casa cerca de 26 mil reais em premiação. “Maior orgulho jogar do lado do Akkari e mais um monte de profissionais”, disse.

São muitos os exemplos de ex-atletas que se aventuram em profissões que requerem dedicação e um quê a mais. A exemplo do caso de Xuxa e de Ronaldo, ambos no poker, é bastante notório o caso do ator Bud Spencer. Ele chegou a participar de duas edições dos jogos olímpicos na década de 1950 – tal qual Scherer – e após sua aposentadoria começou carreira como ator. Spencer foi muito famoso pelo gênero “western spaguetti” (filmes de faroeste com produção na Itália ou Espanha). Seus filmes com Terence Hill, com destaque para “Meu nome é Trinity” atingiram status cult nos países mediterrâneos.

Outro caso bastante lembrado é de Mark Spitz – o “Phelps” dos anos 70 – vencedor de sete  medalhas de ouro nas olímpiadas de Munique em 1972. Desde que se aposentou, Spitz trabalha como palestrante motivacional. Este é, aliás, um emprego bastante comum entre ex-nadadores olímpicos: os atletas John Naber e Brian Goodell fazem a mesma coisa após deixar as piscinas.

 

 

X

Pin It on Pinterest

X