Jim Carrey é pressionado a mostrar exames de DST de 2013

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Brigid Sweetman, mãe da falecida namorada de Jim Carrey, Cathriona White, que se suicidou com remédios do ator, no ano passado, disse que vai retirar o processo que abriu contra o comediante, se ele tornar público os resultados de seus exames de Doenças Sexualmente Transmissíveis realizados em 2013, os quais foram feitos sob o pseudônimo de Jose Lopez.

Sweetman disse que somente isso vai provar que realmente ele estava limpo quando supostamente transmitiu doenças sexuais para sua filha morta, antes de terminar o namoro com ela e provocar seu suicídio.

“Jim Carrey e seu advogado disseram ao mundo que Carrey nunca teve doenças sexualmente transmissíveis e nunca testou positivo para doenças sexualmente transmissíveis”, explicou Sweetman, em um comunicado nesta quarta-feira (12), um dia depois que ela entrou com uma ação legal contra o astro de Hollywood.

“Estou exigindo que ele libere imediatamente todos os resultados de laboratório de seus exames de 2013, para que as pessoas possam julgar por si próprias quem está dizendo a verdade e quem está mentindo”, alega a mulher.

Ela continua: “Se eles divulgarem publicamente e publicarem o relatório do laboratório Quest Diagnostics completo, das amostras de sangue que ele fez dia 28 de janeiro de 2013 às 11:40 sob o nome de Jose Lopez, e se isso mostrar que Carrey não deu positivo para doenças sexualmente transmissíveis, eu vou imediatamente fechar o caso e pedir desculpas, mas, se mostrar de forma diferente, Carrey e seu advogado devem admitir que mentiu para os meios de comunicação e ao público. O público tem o direito de saber quando eles forem enganados”.

X

Pin It on Pinterest

X