Morre, aos 73 anos, o radialista Paulo Barboza

O radialista Paulo Barboza, 73 anos, morreu nesta segunda-feira, 16 de abril, em São Paulo, por volta da 0h30, devido a um infarto fulminante.

Paulo Roberto Machado Barboza também era jornalista e publicitário e desde janeiro de 2017 comandava durante a semana um programa na SuperRádio 1150 AM, em São Paulo. Ele também trabalhava nas tardes da rádio ABC 1570 AM.

Paulo começou a carreira no Rio de Janeiro, onde nasceu. Trabalhou na rádio Petrópolis e quando resolveu ganhar a vida em São Paulo participou de programas nas rádios Record, Globo, América, Tupi e Capital. Considerado um dos nomes mais fortes do rádio brasileiro, Paulo iria completar 59 anos de carreira.

Ele foi casado por 48 anos com Eliane Barboza, que morreu em 2015. Ele deixa dois filhos, Paulo Barboza Filho, também radialista, e Alexandra Barboza Leider.

Paulo Barboza foi pioneiro em lançar debates diários sobre política e cotidiano, além de ser convidado frequente em programas de TV, principalmente no SBT. Entre 2007 e 2013, ele foi jurado do “Troféu Imprensa”.

Os filhos de Paulo Barboza afirmaram que o velório estará aberto ao público a partir até às 17h de hoje, no Cemitério Horto da Paz, 191, em Itapecerica da Serra. As informações são do “UOL”.

Pin It on Pinterest