Celso Portiolli tem força para comandar as tardes de sábado da Globo?

Luciano Huck não tem nada decidido oficialmente sobre a sua saída, tanto para o público e a própria direção da Globo, mas a sua saída do canal é dada como certa. A mudança radical tem nome: a política. O apresentador do “Caldeirão” está com um pé para entrar em um partido e se candidatar a presidência da República.

Luciano Huck em debates, incluindo o último, tradicionalmente exibido pela Globo. Já imaginaram?

A vida na TV, sempre em movimento, não vai parar por causa de Huck. A Globo, por tudo o que envolve em audiência e faturamento as tardes de sábado, precisa de um nome forte para atrair desde o público até continuar com com os anunciantes e trazer novos.

Márcio Garcia é um nome cotado para um novo formato no horário, sua experiência em programas de auditório o coloca em uma boa posição. Mas, ele é capaz de comandar uma atração de pouco mais de duas horas, com vários formatos, viagens dentro e fora do país, interação com o público, algo que poucos apresentadores (as) conseguem. Levar um novo formato para o horário e criar um problema, ao invés de montar uma atração capaz de se sustentar por anos.

Quem pode ser capaz de dar uma nova vida aos sábados do canal? São poucos e bons nomes, mas estão fora da Globo. Entre eles, o apresentador do “Domingo Legal”, do SBT, Celso Portiolli.

Garcia tem experiência com auditório, mas tem se especializado em programas por temporada. É um investimento que precisa ter retorno imediato. A Globo não costuma estrear nada sem uma boa frente de produção e divulgação. É, sem dúvidas, um risco.

Celso, que já teve o contrato renovado com o SBT, ganhou o público no passado sendo a alternativa para quem assiste a TV aberta aos sábados, um dos mais exigentes. Foi um dos nomes que mais deu trabalho para a Globo no passado, no mesmo dia em que hoje a Globo se vê preocupada com o futuro.

O currículo de Portiolli, desde os anos 90, tem todas as ferramentas para a vaga que, provavelmente, estará em aberto na Globo. De lá para cá ganhou o telespectador na apresentação de reality, games, reportagens especiais, interação com auditório e nome certo e com retorno entre os anunciantes. 

Celso tem força para comandar as tardes da Globo? Tem e de sobra, tanto pela experiência quanto pela credibilidade com o mercado e o telespectador.

Pin It on Pinterest