Coluna: Nota 10 para Bruno Gagliasso por prestar queixa contra racismo

titi

Nota 10

No último domingo (13), Bruno Gagliasso e a esposa, a modelo e apresentadora Giovanna Ewbank, prestaram queixa por racismo na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática no Rio de Janeiro.

A motivação teria sido o comentário ofensivo contra a filha do casal, Chisomo, feito por uma internauta: “Vocês tinham que adotar uma menina de olhos azuis, isso sim iria combinar e não aquela pretinha, parece uma macaquinha #lugardepretoénaÁfrica“, escreveu a mulher.

Na tarde desta quarta (16), o ator usou seu perfil pessoal no Twitter para desabafar sobre a acusação. “Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor. Em relação ao preconceito, a gente tem que ser intolerante“, disse Bruno nas redes sociais. Em poucas horas, a mensagem já tinha mais de 1 400 curtidas e outros 500 compartilhamentos.

No último dia 13, ao participar do “Domingão do Faustão”, Gagliasso desabafou e falou sobre sua decisão de procurar a polícia. “Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor. Em relação ao preconceito, a gente tem que ser intolerante. Eu fiz o que eu tinha que fazer. Agora cabe à polícia. Temos policiais bons e vão descobrir. Se combate o preconceito de duas maneiras: com o amor e a Justiça”, disse na ocasião.

 

joaolima-masterchef

Nota 0 

Em entrevista ao “Purepeople”, o candidato eliminado da última terça-feira no “MasterChef Profissionais”, João Lima, amenizou o suposto climão que se instaurou após ser eliminado.

“Naquele momento, eu estava apenas expressando a minha opinião, dizendo o que eu estava sentindo. Eu já fui jurado de concursos gastronômicos e posso dizer que não se avalia uma comida só pelo sabor ou só pela beleza. O julgamento de um leigo no assunto não pode ser o mesmo julgamento dos jurados de uma competição com profissionais. Mas em nenhum momento houve discussão. Estávamos conversando”, disse João.

Ele, que não se acha arrogante, comentou ainda o momento de tensão que já teve com Paola Carosella, ao fazer um doce que ela já tinha pedido para não ser feito: “Desde o primeiro programa, acho que eu e a Paola criamos um bloqueio um com o outro. Mas eu não acho que eu errei. Eu tinha que fazer aquele doce, eu sabia que dava tempo e por isso eu fiz”.

Sobre o assunto, Paola já havia declarado: “Foi muito difícil. Tenho um restaurante há 10 anos e ninguém nunca tinha me desafiado deste jeito na cozinha”.

Sobre sua fama de arrogante, João declara: “É difícil não me incomodar com as coisas que eu li na internet. Fiquei bastante assustado com a proporção que tudo tomou. Mas hoje nem leio mais. Eu sei o que eu sou e o que eu não sou. Não sou arrogante nem prepotente. A minha família e os meus amigos estão do meu lado e aprovaram o meu comportamento”.

Ele ainda diz que não viu nenhum episódio do “MasterChef Profissionais” e torce para Marcelo Verde ser o campeão do programa.

X

Pin It on Pinterest

X