Com nova aposta no jornalismo, Silvio Santos dá sinais que precisa ‘se tratar’?

julioo12111
Coluna 54 – BastidoresDaTV.com.br

A ousadia de Silvio Santos, 85, um dos maiores comunicadores que a TV já teve, sempre surpreendeu o público. E se como apresentador, sua idade atual serviu para deixá-lo mais solto em seu programa, como diretor e empresário é de se preocupar. Silvio dá sinais de que pode estar com algum distúrbio, se não mental, no mínimo racional. Do contrário, o jornalismo da emissora não pode ser levado a sério, contradizendo o próprio patrão que há mais de 30 anos redigiu uma carta que instituía os princípios do Jornalismo do SBT.

SBT - Jornalismo que evolui?
SBT – Jornalismo que evolui?

Há algumas semanas, o SBT decidiu investir em jornalismo ao vivo, das 02h30 as 08h, com a estreia do SBT Notícias e das 06 as 08h, com o Primeiro Impacto. O SBT Notícias, que começou com Marcelo Torres e hoje é revezado, por cerca de 3h30, entre os jovens jornalistas Cassius Zeilmann e João Fernandes, após muitas críticas do público foi ganhando seu espaço. Embora ainda falte investimento no jornal, principalmente das 05 as 06h, horário que enfrenta o Hora Um, da Globo. Na hora que precisa ser mais competitivo é quando a emissora exibe mais comerciais, além de não aproveitar o “ao vivo” para mostrar o amanhecer e o trânsito nas metrópoles, não ter helicóptero e sequer links com repórteres. É tão caro investir em imagens ao vivo das cidades? Não. Se houvesse vontade, a emissora não gastaria sequer um centavo. Há câmeras públicas instaladas em todas as capitais, com acesso liberado via Internet e que poderiam ser utilizadas na hora final do SBT Notícias e início do Primeiro Impacto.

Intérprete do "Homem do Saco" é aposta de Silvio Santos em telejornal
Intérprete do “Homem do Saco” é aposta de Silvio Santos em telejornal

Investir em jornalismo é um fato louvável de Silvio Santos, outrora, o Homem do Baú deve fazer isso com planejamento, condições de trabalho e o mínimo de respeito com uma área tão importante e alicerce para o sucesso de uma grande rede de TV. Fazendo isso, o retorno financeiro e do público, se conquista com o tempo. O Aqui Agora, o TJ Brasil e atualmente o Conexão Repórter são exemplos de que é possível.

Dudu Camargo apresenta jornal pela manhã e comenta fofocas a tarde com um saco na cabeça
Dudu Camargo apresenta jornal pela manhã e comenta fofocas a tarde com um saco na cabeça

Choveram críticas para a nova ousadia de Silvio Santos que tirou as jornalistas Karyn Bravo e Joyce Ribeiro da bancada do Primeiro Impacto, no Dia das Crianças e, coincidentemente, colocou no mesmo dia um jovem que acaba de sair da adolescencia como âncora. Apesar do STF ter decidido que para ser jornalista não é preciso ter curso superior, o Sindicato dos Jornalistas de SP repudiou a escolha da emissora e solicita que Eduardo Camargo, 18, saia do ar por não ser formado e não ter registro de apresentador. Dudu assumiu um Primeiro Impacto sem bancada, transformando-o num ‘primo pobre’ do Balanço Geral, da Record. Sem links ao vivo, das afiliadas pelo Brasil, sem helicóptero e nem mesmo imagens da cidade de São Paulo, Silvio Santos lançou o novo pupilo almejando 7 pontos em audiência. O que chama atenção do garoto, além de continuar participando do “Fofocando”, com um saco de papel na cabeça e da idade do cosplay de Luiz Bacci é a falta de identidade. O rapaz se desenvolve muito bem frente as câmeras e tem futuro, porém não deve tratar um telejornal como um programa de fofocas ou um show de calouros. Mesmo apresentando o Primeiro Impacto, há de se ter discernimento para diferenciar uma notícia alegre, de uma mais triste. Fazer um jornal informal é uma fórmula que a Record encontrou para dar audiência em todo país, com o regionalizado Balanço Geral. Ser jovem demais ou não ter curso de jornalismo não são motivos para ‘gongar’ o aspirante a Silvio Santos que tem um toque de Nelson Rubens, Homem Aranha e Luiz Bacci.

Silvio faz do SBT, muitas vezes, um “roletrando” e sua mudança de humor dosa suas atitudes. Quer resultados, acreditando que uma pessoa sozinha consegue vencer um jogo. Não investe para tornar o produto competitivo. Até afiliadas possuem helicópteros e links ao vivo, mas Silvio não dá bola pra isso, porque assiste Netflix, quase não assiste TV e faz do SBT, um show do milhão com as portas da esperança.

Demorou anos para que o SBT resgatasse parte do público que ficou ‘traumatizado’ com o jornal das pernas criado por Silvio Santos. Quem não lembra do SBT Notícias Breves, que tinha uma bancada transparente e suas apresentadoras sincronizando as pernas? Silvio colocou um novato como apresentador de um jornal que promete impactar nosso dia, mas não dá condições para que a sua aposta e a equipe que coloca o jornal no ar consigam impactar o dia a dia do telespectador. Gugu e Celso Portiolli eram novatos e ganharam suas oportunidades no entretenimento. No jornalismo, no entanto, mesmo que seja num estilo informal, é preciso cautela.

Antigo "jornal das pernas" imactou negativamente o jornalismo do SBT
Antigo “jornal das pernas” impactou negativamente o jornalismo do SBT

Desde que César Filho deixou o extinto Notícias da Manhã, a emissora não se reencontrou. De nada adianta um jornalista de grande bagagem, se o jornal continua reaproveitando reportagens e não apresenta estrutura pra bater de frente com a concorrência. O Notícias da Manhã conseguia isso com César Filho e por isso conseguiu se destacar. Se esta mentalidade do Silvio não mudar, pode colocar o Bozo, o Chaves ou até o saco na cabeça do Homem do Saco. Nada vai mudar no jornal, além do fato, de Silvio boicotar o trabalho sério que seus grandes profissionais fazem, numa emissora que lamentalvemente não vê a informação como prioridade.

Siga:

Twitter: @jcfantin

Facebook: @julioportalg

Instagram: @juliocesarfantin

Júlio César Fantin

Trabalhou em empresas de comunicação como SBT SC, Band SC e Regional FM. Criou o site Portal G e o portal Ouvintes.

X

Pin It on Pinterest

X