Saiba o que vai acontecer na primeira semana da novela “Apocalipse”

Terça-feira, dia 21 de novembro

Imagens do planeta em guerra. Pessoas sofrendo com a fome. Pestes e doenças se alastram. Desastres naturais e a consequência da interferência do homem na natureza. Genocídios. Efeitos do aquecimento global. Desastres e matança por todo o planeta. Nos anos 80, em um resort paradisíaco no continente asiático, Jonathan e Elisa Gudman se divertem com os filhos Alan e Uri. Alan sai para mergulhar em alto mar. Enquanto caminha pela praia, Uri ouve um ruído forte. Ele vê uma grande revoada de pássaros no céu e estranha. Alan contempla a paisagem do fundo do mar. Na praia, Uri fica intrigado ao perceber o mar se recolher deixando a faixa de areia cada vez maior. Alan e o instrutor percebem uma movimentação diferente da água durante o mergulho. Jonathan elogia a beleza de Elisa. Uri se aproxima dos pais e diz que algo estranho está acontecendo. Rapidamente, eles veem alguns turistas correndo. Jonathan, Elisa e Uri se desesperam com a chegada de um tsunami. Eles tentam correr, mas são engolidos pela onda. Alan e o instrutor retornam à superfície. Uri consegue sobreviver e grita, desesperado, pelos pais. Alan e o professor de mergulho voltam para o barco e estranham a maré. Ferido, Uri vê uma criança e tenta ajuda-la. O barco de Alan se aproxima da costa e, em choque, percebe o desastre ocorrido. Ele tenta achar seus familiares. Uri avista o irmão. Eles se abraçam, emocionados. Alguns dias depois, em Jerusalém, Jonathan e Elisa Gudman são sepultados. Acompanhados de Oziel, Marta, Saulo, Gideon, Tamar, Hanna e Débora, Uri e Alan choram a morte dos pais. Em hebraico, um rabino recita uma oração de luto. Oziel, irmão de Jonathan, se emociona e é consolado por sua esposa, Marta. Débora percebe sua irmã, Hanna, olhando para seu marido, Saulo, e a provoca. No Rio de Janeiro, Lia e Ruben Aisen acompanham as filhas Estela e Susana no saguão do aeroporto internacional, enquanto assistem a uma reportagem sobre a tragédia provocada pelo tsunami. Susana se prepara para deixar o Brasil. Ruben lhe entrega um livro antigo de medicina que usou com Lia na faculdade. Susana fica lisonjeada com a atitude do pai e promete não os decepcionar. Ali no aeroporto, Teresa se emociona ao ter que se despedir do filho Felipe. Ela diz que se preocupa com o futuro dele nos Estados Unidos. Felipe pede para a irmã, Raquel, cuidar de Teresa. Os policiais Luis Sardes e Guido chegam ao local de um crime. Eles investigam um homicídio e ficam perplexo com a crueldade do assassino. Na casa de Oziel em Jerusalém, Alan tenta confortar o irmão Uri. Débora se encontra com a amiga Ariela em um bar e diz não ver a hora de ficar livre dos familiares. Na casa de Teresa no Rio de Janeiro, ela sente a falta dos filhos Felipe e Oswaldo. Em Nova Iorque, Felipe caminha pelas ruas, encantado. Em Jerusalém, Débora chega em casa tentando não fazer barulho. Desconfiada, Tamar vê a filha chegando tarde da noite e a questiona. Débora mente e diz que estava estudando com sua amiga, Ariela. No Rio de Janeiro, Lia Aisen discursa em um congresso de medicina. Teresa aguarda, ansiosa, pela saída de seu filho Oswaldo do presídio. O rapaz deixa a prisão e abraça a mãe, emocionado. Guido e Luis Sardes seguem em busca de pistas que possam levar à captura do assassino. Em Jerusalém, enquanto se divertem com dois rapazes, Débora e Ariela tentam despistar Hanna. Alan tenta reanimar Uri. Saulo entra no quarto e avisa que chegou visita. Oziel e Marta recebem Gideon, Tamar e as filhas Débora e Hanna. Saulo apresenta Alan aos sogros Gideon e Tamar, à noiva Débora e à cunhada Hanna. Alan fala de seus estudos em Nova Iorque. Saulo pede para ele cuidar de sua noiva Débora nos Estados Unidos. No hospital dos Aisen no Rio, Lia e Ruben se encontram com a secretária Letícia. Nicanor, o motorista da família, executa algumas funções para os patrões. Luis e Guido chegam ao hospital e pedem para falar com Lia e Ruben. Os policiais informam que a vítima encontrada é um médico do hospital. Ruben e Lia ficam inconformados com o crime. Teresa fica satisfeita ao ver que o filho Oswaldo tomou jeito. Guido e Luis descobrem mais detalhes sobre o assassinato. Em Jerusalém, Débora se prepara para a viagem. Ela se despede do noivo Saulo. Tamar se emociona e pede para a filha ter juízo. No Rio, o detetive Luis chega em sua casa e brinca com o filho César e a esposa Ana Sardes. Oswaldo tenta encontrar novamente Sandra, a ex-esposa, e seu filho. Ele os procuram pelas ruas. Durante a busca, Oswaldo acaba vendo o assassino entrando com um corpo em um galpão. Desesperado, ele chama a polícia. Luis e Guido são avisados sobre a denúncia. Em Nova Iorque, um vulto negro, uma espécie de sombra maligna, segue em direção à universidade onde Alan estuda. O vulto vai deixando um rastro de destruição por onde passa. Na instituição de ensino, Alan conversa com o colega Adriano. Débora caminha, animada, ao lado de Susana. O vulto negro se aproxima de Débora e a faz derrubar os livros no chão. A sombra segue até Adriano e o envolve. Ele para do nada e segue na direção de Débora. O vulto passa por Débora e Adriano como se estivesse selando seus destinos. Alan apresenta a noiva de Saulo para o colega Adriano. Eles se olham com desejo. Alan se interessa por Susana. Preocupado, Oswaldo conversa com Teresa sobre a cena que presenciou. Ele fala do espírito do Anticristo. Luis e Guido chegam ao galpão do homicida. O assassino misterioso consegue escapar e foge de carro. Os policiais o seguem e acabam se acidentando durante a perseguição. Guido desmaia. Ferido, Luis tenta sair do veículo capotado e dá de cara com a arma do assassino apontada para seu rosto.

Quarta-feira, dia 22 de novembro

O assassino tira a arma da cabeça de Luís e se afasta. O policial procura pela arma no coldre, mas não encontra. O criminoso consegue fugir. Os detetives são atendidos por uma ambulância. Em Nova Iorque, Alan, Susana, Adriano e Débora saem para passear na cidade. Oswaldo ajuda Teresa a vender quentinhas. Guido e Luis investigam o galpão usado pelo assassino. Débora se encanta por Adriano. Alan conversa com Susana e fala sobre o acidente que matou seus pais. Adriano e Débora continuam o passeio sozinhos e Alan fica preocupado. Felipe tem dificuldades para arrumar emprego em Nova Iorque, mas mente e avisa à Teresa que está conseguindo se estabelecer na cidade. O detetive Luis descobre que o assassino tentou desenhar um candelabro em uma das vítimas. Saulo tenta animar Uri e sugere que ele se aliste no exército de Israel. O menino sai para dar uma volta. Oswaldo leva as quentinhas de Teresa para vender no hospital da família Aisen. Ele é recebido por Letícia e deixa escapar um sorriso. De repente, ele vê Sandra, mãe de seu filho. Ela tenta evita-lo, mas Oswaldo a segura pelo braço. Guido e Luis continuam investigando novas pistas. Sandra grita pedindo para Oswaldo solta-la. Sem alternativa, Letícia chama os seguranças do hospital. Sandra deixa o local. Em Jerusalém, Gideon permite que Hanna se aliste no exército. Tamar insinua que a filha só se alistou para ficar perto de Saulo, noivo da irmã Débora. No Rio, Oswaldo conversa sobre seu passado com Letícia. Ele implora para ela fornecer o endereço de Sandra, mas Letícia se recusa. Durante treinamento do exército israelense, Hanna conversa com a amiga Tiatira e diz ter ciúmes da irmã Débora. Tiatira insinua que Hanna esteja apaixonada por Saulo. Entristecido com a perda dos pais, Uri se lembra de alguns momentos ao lado deles. Em Nova Iorque, Susana consola Alan. Adriano e Débora se beijam. Luis recebe os cuidados da esposa Ana e do filho César. Alguém observa a casa do detetive. Débora se abre com Susana e diz estar apaixonada por Adriano. Alan conversa com Adriano e confessa estar louco por Susana. Teresa e Raquel admiram a fé de Oswaldo. O assassino misterioso faz mais uma vítima. Ele ataca uma mulher. Lia e Ruben abrem o jornal e veem que o assassino matou outra pessoa. Os detetives chegam a conclusão que se trata de um assassino em série. Durante treinamento do exército israelense, Hanna fica desapontada ao ouvir Saulo falando sobre Débora. Adriano joga seu charme para cima de Débora. No hospital Aisen, Ruben recebe os detetives Guido e Luis. O dono do hospital diz conhecer mais uma das vítimas do assassino em série. Ruben avisa que se trata de uma cuidadora do hospital. Os policiais falam dos números encontrados nos lábios das vítimas, mas Ruben diz não saber nada sobre isso. Depois de passar anos na prisão, Oswaldo não consegue arrumar novo emprego. Alguns dias se passam e o detetive Luis amanhece ao lado de outra mulher, sua amante. Em Nova Iorque, Adriano passeia com Débora pela cidade. Ela cada vez mais seduzida por ele. Susana e Alan também passeiam, apaixonados. Adriano dá uma festa em seu apartamento. Alan vê Débora bebendo e fica preocupado. Susana pede sua atenção e eles se olham, apaixonados. Penalizada, Letícia procura Oswaldo e passa o endereço de Sandra. Adriano se despede dos convidados e começa a beijar Débora. Luis vai com a esposa Ana e o filho César até a igreja. Eles escutam as palavras de Ezequiel. O pastor fala sobre o Anticristo. Adriano faz juras de amor para Débora. Ele se declara. De repente, o vulto negro surge, misteriosamente, e une os dois. Luis consulta a bíblia e descobre a origem dos números escritos nas vítimas do assassino em série. Ele diz que os crimes estão relacionados ao Apocalipse. O vulto negro une Débora e Adriano por completo. O Anticristo começa a ser gerado.

Quinta-feira, dia 23 de novembro

Débora e Adriano fazem juras de amor. Luis é surpreendido com um telefona do assassino misterioso. O criminoso avisa que tem uma nova vítima em suas mãos e passa um endereço. Luis se desespera e avisa à Ana que precisará sair. Oswaldo agradece a ajuda de Letícia. Teresa pede para o filho esperar o dia seguinte para ir ao endereço de Sandra. Ele se recusa e avisa que precisa ir imediatamente. Aflito, Luis para no meio do caminho. Ele liga para Guido e avisa sobre o telefonema do assassino. Em Nova Iorque, Alan fala sobre sua família com Susana. Débora diz amar Adriano. Hanna sente ciúmes da preocupação dos pais com Débora. Luis chega ao local combinado com o assassino. O detetive reconhece a vítima e a chama de Júlia. Luis se surpreendo ao identificar o assassino misterioso. Ruben fala do profissionalismo da esposa Lia. Oswaldo chega até periferia onde vive Sandra. Ele se emociona ao rever o filho Tiago. Sandra chega bêbada e manda ele se afastar da criança. Navalha, o traficante que namora Sandra, ameaça Oswaldo. Ele diz que lutará na justiça pela guarda de Tiago. Guido dirige para o esconderijo do assassino, mas tem problemas com o carro e não consegue chegar. Luis está surpreso diante de Nicanor, motorista da família Aisen. Ele fala sobre os crimes que cometeu, baseando-se na Bíblia. Luis diz que Nicanor tem uma visão distorcida do Livro Sagrado. O criminoso revela já saber da relação entre o policial e Júlia, sua amante. Nicanor diz ter descoberto os próximos pecadores a serem punidos. Guido consegue consertar o carro e continua indo em direção ao esconderijo do assassino em série. Oswaldo chega em casa e fala que viu Tiago. Teresa avisa que ele precisa arrumar um emprego para lutar pela guarda do menino. Alan aconselha Débora a contar a verdade para Saulo. Ana fica preocupada com a demora do marido. No esconderijo de Nicanor, Júlia consegue empurrar o criminoso e foge. Luis começa a lutar com ele. Guido se aproxima do local e ouve um tiro. Ele ainda consegue ver Júlia fugindo do esconderijo. Luis é atingido por um tiro na barriga. Nicanor mira para atirar novamente nele quando Guido invade o local e dá voz de prisão. O assassino atira e foge. Júlia tenta fugir, apavorada. Guido persegue Nicanor, que acaba sendo capturado. O policial retorna ao esconderijo e se entristece ao ver que Luis está morto. Em Nova Iorque, Felipe caminha, exausto, pelas ruas. Ele acaba conhecendo Sabrina, que lhe oferece um emprego. Ana fica apavorada ao saber que Luis está morto. Lia liga para Susana e fala sobre Nicanor. Na delegacia, Guido comenta sobre a moça que viu fugindo do esconderijo de Nicanor. Com muito sofrimento, Ana é obrigada a contar para César que Luis morreu. Adriano conversa com Débora sobre sua rica família em Roma. Ele diz que precisa partir. Eles se despedem. Débora sente uma leve tontura. Felipe se abriga na casa de Sabrina. O traficante Navalha convida Oswaldo para trabalhar nas finanças do tráfico. Guido visita Ana. Ela pergunta se já acharam a moça que Luis salvou do assassino. O policial diz que não. Oswaldo recusa a proposta de Navalha. Em Jerusalém, Hanna sente ciúmes de Saulo. Susana estranha o comportamento de Débora e diz que a amiga pode estar grávida. Adriano chega em sua imponente mansão de Roma. Ele é recebido por sua mãe Verônica e seu pai Giancarlo. Na igreja Sagrada Luz, Stefano Nicolazi escuta as palavras de Lorenzo Viscone. Em Nova Iorque, Débora se desespera ao descobrir que está grávida de Adriano. Ela se contorce e seus olhos se reviram, claramente possuída por um demônio.

Sexta-feira, dia 24 de novembro

Débora volta do transe e é amparada por Susana. Adriano, Verônica e Giancarlo recebem a visita do sacerdote Stefano. Em Jerusalém, Alan retorna a sua casa e reencontra Uri. Ele fica sem graça com as perguntas de Saulo, noivo de Débora. O rapaz se abraça aos tios Oziel e Marta. No Rio de Janeiro, Letícia visita Oswaldo e indica uma oportunidade de emprego no hospital da família Aisen. Ana e César recebem homenagens a Luis. Oswaldo agradece por toda a ajuda de Letícia. Em Nova Iorque, Felipe fala do desejo em se casar com uma americana para conseguir a documentação. Sabrina não gosta da ideia. Ruben entrevista Oswaldo. Em Jerusalém, Hanna fica preocupada com a chegada de Débora. Felipe acaba beijando Sabrina. Oswaldo encontra com Teresa e avisa que conseguiu um novo emprego como motorista da família Aisen. Susana retorna ao Rio e é recebida por Lia e Ruben. Ela conhece o novo motorista. Débora retorna a sua casa em Jerusalém e distribui presentes para os familiares. Ela sente uma indisposição. Adriano joga charme para uma funcionária de sua mansão. Ele tenta despistar a governanta Glória. Ana se emociona ao falar com o filho César. Hanna implica com Débora. Tamar avisa que Saulo virá para jantar com a família. Susana fala sobre Alan com os familiares. Giancarlo leva o filho até o Banco de sua família. Adriano fica encantado por Fabrízia, uma cliente do Banco Montana. Saulo entrega um anel de compromisso para Débora, que fica sem graça e se sente mal. Oswaldo convida Letícia para tomar um café. Felipe volta a beijar Sabrina. Oswaldo toma café com Letícia e a convida para um passeio. Débora conta para Ariela que está grávida. Sem ser vista, Hanna escuta a conversa e descobre que a irmã está esperando um filho de outro homem. Ariela aconselha Débora a retirar o bebê. Hanna aparece e diz que a irmã foi longe demais. Débora pede para ela não contar nada, mas Hanna a obriga a contar tudo para Tamar. Alan fica desconfortável ao ouvir Saulo falando de Débora. Em conversa com Oziel, Marta diz que Débora voltou diferente. Débora é obrigada a dizer toda a verdade para sua mãe. Tamar desmaia. Uri conversa com Alan e fala sobre sua vontade de estudar Astronomia nos Estados Unidos. Alan conta sobre Susana. Tamar diz que o melhor é Débora voltar para Jerusalém, se casar logo com Saulo e dizer que o filho é dele. A moça discorda dos planos da mãe, que lhe acerta um tapa no rosto. Felipe leva café na cama de Sabrina. Oswaldo elogia a beleza de Letícia. Débora conta para Gideon que está amando outra pessoa. Hanna se intromete e conta que a irmã está grávida. Gideon expulsa a filha de casa. Tamar pede para Hanna levar roupas e dinheiro para ela. Ariela vira as costas para Débora e se recusa a ajudá-la. Hanna encontra a irmã e entrega o dinheiro e os pertences enviados por Tamar. Débora liga para Susana no Rio de Janeiro e pede ajuda. Susana oferece sua casa para a amiga ficar, mas Débora acaba decidindo procurar por Adriano em Roma. Gideon conta toda a verdade para Saulo. Ele oferece a Oziel, pai do rapaz, a mão da filha Hanna para manter a aliança entre as famílias. Débora chega até a casa dos Montana em Roma. Ela fica chocada ao ver Adriano de chamego com Fabrízia, a moça que conheceu no Banco Montana.

Pin It on Pinterest