“A Usurpadora”: saiba tudo sobre os capítulos de 7 a 11 de novembro

Segunda-feira, 7 de novembro
Paulina e Paola. Duas mulheres idênticas na aparência, mas com personalidade e padrão de vida completamente oposto. Paulina é uma moça pobre, que vive com a mãe numa pequena choupana no litoral e trabalha como arrumadeira num elegante clube da cidade. Paulina vive um drama pessoal com a doença de sua mãe. Desenganada pelos médicos, dona Paula se preocupa com o futuro da filha. Por isso, para tranquilizá-la, Paulina pede a Osvaldo, seu namorado, que se casem o mais rápido possível. Mas, o que ela desconhece são os planos de Osvaldo. Paola, por sua vez, é uma jovem senhora da alta sociedade. Mulher fria, calculista, aventureira e de muitos amantes. Casada com Carlos Daniel, ela só pensa numa maneira de se divertir longe do marido e da família. Um dia, o destino coloca frente a frente Paulina e Paola e, ao perceber a incrível semelhança que existe entre elas, Paola encontra o que procurava para se livrar do marido: fazer de Paulina sua Usurpadora. Ela faz a proposta, mas Paulina se recusa a representar tal papel. Casado com Paola, Carlos Daniel tem dois filhos do primeiro casamento: Carlinhos e Lizete. Vive na mansão dos Brachos junto com a avó, Dona Piedade, com a irmã de criação, Estephanie e com o cunhado Willy, que também é um dos amantes de Paola. Todos na casa conhecem muito bem a maneira de agir de Paola, mas Carlos Daniel, completamente apaixonado, não acredita em nada do que lhe contam. Incentivada por Paola, Dona Piedade se transformou numa dependente do álcool e agora que Paola não está, enlouquece a todos para alimentem seu vício. Os Brachos vivem outro problema, a fábrica da família está numa situação muito difícil e seu futuro preocupa Carlos Daniel. A saúde de dona Paula se agrava e Paulina se desespera, afinal, não tem dinheiro para comprar os remédios que sua mãe necessita. Paulina pede um empréstimo ao patrão, mas diante da negativa ela só tem uma saída: pedir ajuda a Paola. Enquanto Paola se diverte no litoral ao lado de Luciano, seu amante, o marido Carlos Daniel e toda a família acreditam que ela está nos Estados Unidos submetendo-se a um tratamento médico. Estephanie detesta Paola e com a ajuda de Adelina, a governanta da família, conspira contra a cunhada. Na fábrica da família, Carlos Daniel e seu irmão Rodrigo não sabem mais o que fazer para salvar a fábrica da falência e decidem colocar dona Piedade a par da situação. Ao embarcar no navio-cassino do multimilionário Alexandre Farina, Paola usa todo seu charme para conquistá-lo. Enquanto isso, Paulina descobre que Osvaldo foi embora para a capital sem ao menos se despedir dela.

Terça-feira, 8 de novembro
Decidida a levar seu plano a diante, Paola vai até a choupana procurar Paulina, e quando Dona Paula percebe a semelhança entre as duas fica muito angustiada. Na noite seguinte, Paola vai ao clube e obriga Paulina a vestir suas roupas. Ela quer que Paulina se passe por ela diante de Luciano. É só um teste para se certificar de que seu plano de colocar a sósia em seu lugar na mansão dos Brachos dará certo. E o resultado não poderia ter sido melhor. Dona Paula continua muito angustiada depois do encontro com Paola e decide escrever uma carta para a filha. Passa mal e é levada para o hospital onde morre momentos depois. Com a ajuda de Luciano, Paola começa a urdir seu plano para convencer Paulina a aceitar sua proposta. O romance com o multimilionário Alexandre Farina começa a ficar do jeito que Paola gosta, pois ele a presenteia com uma valiosa joia de esmeraldas e brilhantes. Ainda inconformada com a morte da mãe e desiludida ao descobrir que Osvaldo a trocou por outra, Paulina volta ao trabalho e é vítima do plano diabólico de Paola. Num ato frio e calculado, ela coloca na bolsa de Paulina a joia que ganhou de Alexandre e a acusa de roubo. Acusada de roubo, Paulina está a ponto de ser presa, mas Paola convence o gerente do clube a não chamar a polícia e agora tem a jovem em suas mãos. Chantageada, Paulina só tem duas opções: ou se fazer passar por Paola ou ir para a cadeia. Paola prepara Paulina para que ela ocupe seu lugar, pois está decidida a ir embora com o milionário Alexandre Farina. Na mansão dos Bracho, Estephanie está furiosa com a volta da cunhada, já que ela acredita ser Paola a responsável pelo fracasso de seu casamento. Paulina está pronta para assumir o lugar de sua sósia e parte sem ler a carta deixada por sua mãe. Ao chegar na mansão, Paulina (agora “Paola”) fica impressionada com Carlos Daniel e não sabe o que fazer ao ser beijada por ele. Paola se lembra que não contou a Paulina sobre Donato, seu outro amante, mas agora é tarde demais. Enquanto isso, na mansão, Paulina tenta se livrar das garras de Willy que não entende por que ela está tão diferente com ele. Estephanie está morta de ciúme. Os dias passam, Alexandre cobre Paola de joias enquanto viajam pela Europa. Por sua vez, Paulina começa a se envolver com os problemas da família e não sabe o que fazer para ajudá-los, principalmente no caso de Dona Piedade, que está cada vez mais dependente do álcool. Carlos Daniel estranha as atitudes da mulher e não entende por que ela se recusa a manter relações com ele.

Quarta-feira, 9 de novembro
Estephanie conversa por telefone com Leda, uma prima distante, que não vê a hora de voltar para tentar reconquistar Carlos Daniel. Estephanie adora a ideia, pois Leda é a única que consegue tirar Paola do sério ao dar em cima de seu marido sem nenhum pudor. Em seu giro pela Europa, Paola se diverte ao lado de Alexandre e Luciano, seus dois amantes. Na mansão dos Brachos, Paulina, a “nova Paola”, enfrenta alguns desafios: a situação da fábrica que vai de mal a pior e a dependência de Vovó Piedade, um problema que para ela só será resolvido com um tratamento médico. As manhas de Carlinhos a quem ela dedica uma atenção especial, para espanto de Adelina, a governanta, que não entende a mudança tão radical de Paola. E o pior de tudo, não sabe como se livrar das ameaças de Donato, o amante de Paola, cuja existência ela desconhecia. Ele não se dá por vencido e ameaça contar tudo a Carlos Daniel se ela não voltar a agir como antes. Durante uma forte discussão ele rasga sua roupa e descobre que ela não tem mais a pinta nas costas. A explicação de Paola não o convence e ele está certo de que ela não é Paola. Paola decide telefonar para Paulina. Donato comenta com o amigo que Paola é outra e confessa que não permitirá que ela brinque com ele. Na mansão, Paulina tenta se livrar do assédio de Willy e luta contra um sentimento que está cada vez mais forte dentro dela: o amor que sente por Carlos Daniel. Vovó Piedade lembra Adelina do segredo que elas guardam e que ele nunca deverá ser revelado.

Quinta-feira, 10 de novembro
Paulina traz um médico para tentar livrar Dona Piedade do vício. Ao examiná-la, ele garante que em breve ela voltará a ser a mesma de antes. Para salvar a fábrica da falência será preciso muito dinheiro, o que dá certeza a Rodrigo, que odeia a cunhada, de que ela o abandonará assim que souber da real situação da empresa. Mas o interesse de Paulina pelos problemas da fábrica surpreende Rodrigo. Dona Piedade tem uma recaída e Paulina procura o culpado pela embriaguez. Essa e outras atitudes, como o empenho em salvar a fábrica, fazem Carlos Daniel afirmar que ela não é Paola. Todos estão muito surpresos com a mudança de “Paola” (que se trata da usurpadora Paulina) na mansão dos Bracho. Willy, além de surpreso está furioso, afinal, “Paola” não quer saber dele. Paulina percebe que está cada vez mais apaixonada por Carlos Daniel e sofre com isso por saber que esse é um amor proibido. A verdadeira Paola continua sua viagem ao lado de seu novo amante, o milionário Alexandre Farina. Enquanto isso, Paulina não sabe como se livrar de Donato, o outro amante de sua sósia, que vive lhe fazendo ameaças. Em Paris, Leda e Luciano Alcântara se conhecem e se tornam mais do que amigos. Ele fica sabendo que ela é apaixonada pelo marido de Paola e que está voltando para tentar reconquistá-lo. A fábrica Bracho está atravessando uma terrível crise financeira e os funcionários ameaçam fazer greve. Diante de tantos problemas na fábrica e na mansão, Paulina tenta convencer Vovó Piedade a retomar a autoridade que sempre exerceu e assim ajudar seus netos no gerenciamento da crise. Em Mônaco, Paola e Alexandre sofrem um terrível acidente.

Sexta-feira, 11 de novembro
Paola e Alexandre continuam internados. O estado de Paola é muito grave e deve ser operada de emergência ou entrará num coma sem volta. Carlos Daniel decide reunir a família para informar a todos que a fábrica dos Bracho encerrará suas atividades. Cada vez mais apaixonado, Carlos Daniel insiste com “Paola” para que eles voltem a ter um relacionamento íntimo. Ela, mais uma vez, consegue arrumar uma desculpa, que é óbvio não o convence, mas o afasta. Dona Piedade fica sabendo, por Estephanie, da situação da empresa e se choca com a notícia. Paulina convence Dona Piedade a interferir na situação e lembra o quanto é importante tentar salvar o patrimônio que seu marido e seu filho construíram. Os argumentos de Paulina são fortes e a matriarca dos Bracho convoca um conselho de família para decidir o futuro da empresa. Juntas, elas começam uma campanha para conseguir votos a seu favor. Dona Piedade procura o apoio de Estephanie e Paulina visita Patrícia, esposa de Rodrigo. A preocupação de “Paola” com a empresa deixa Patrícia surpresa. E Paulina está mesmo determinada a ajudar os Bracho, tanto que aparece na fábrica de surpresa e deixa Rodrigo furioso. Paulina pede a cooperação dos operários e garante que a fábrica não será fechada. Carlos Daniel não aceita a intromissão da mulher nos problemas da empresa e pede o divórcio. Prosseguindo em seu objetivo de ajudar a família Bracho, Paulina conversa com Estephanie e a aconselha a mudar para reconquistar Willy. Mas é claro que ela interpreta mal a boa intenção da “cunhada”. Lalinha, a empregada, conta para “Paola” que Leda logo estará de volta e a previne sobre as intenções da moça, que quer reconquistar Carlos Daniel.

X

Pin It on Pinterest

X