Apolo, Larissa ou Adônis? Saiba quem é o filho biológico de Nair em “Haja Coração”

(Foto: Reprodução/Globo Play)
(Foto: Reprodução/Globo Play)

Nos próximos capítulos de “Haja Coração“, Nair (Ana Carbatti) será obrigada a revelar a verdade sobre o seu passo. Ela contará a Apolo (Malvino Salvador), Larissa (Marcella Valente) e Adônis (José Loreto), que um dos três é seu filho biológico.

De acordo com as informações da jornalista Patricia Kogut, do jornal “O Globo”, um antigo vizinho de Maurício e Neusa, até então pais biológicos dos três irmãos, aparecer na vila. Ele se chamará Nilton, e mudará com a família para o mesmo bairro de Nair. Ele a reconhecerá, um dia. No dia, o homem contará que se lembra de um encontro numa delegacia, mas ela mudará o assunto.Adônis ficará incomodado com a história e perguntará a esposa do novo vizinho o que Nilton quis dizer:

– Dona Gabriela, tudo bem? Então, que coincidência isso do seu marido conhecer minha mãe. Ele já me contou da treta da delegacia.

Gabriela, então, dirá:

– Deve ter sido duro para a sua mãe, né? Dar um filho para adoção e depois se arrepender. Só na delegacia que ela entendeu que não podia recuperar o filho, que já tinha sido adotado por aquele casal que morava na Saúde.

Adônis ficará chocado com a revelação e correrá para casa pedir explicações para Nair:

– Ela disse que você teve um bebê que não quis, deu para a adoção. Mas depois fez um escândalo com o casal que adotou. E eles chamaram a polícia! – dirá Adônis sobre a conversa com a vizinha.

Sem saída, Nair acabará revelando toda a verdade. Ela explicará que engravidou jovem de um alemão durante um carnaval. Sem contato com o homem para ajudá-la, ela ficou desesperada. O bebê nasceu, e ela teve depressão pós-parto e decidiu entregá-lo para adoção:

– Depois de um tempo eu voltei para a faculdade. Estava péssima, abatida. Foi aí que uma professora psicóloga percebeu meu estado. Ela me ajudou a entender o que tinha acontecido comigo. Me tratei e aí comecei a amar aquele bebê. Quer dizer, eu sempre amei, mas não conseguia ver isso. Quando fui atrás do bebê no abrigo, ele já tinha sido adotado. Fiquei sem chão. Me sentia culpada. Que tipo de pessoa rejeita o próprio filho?

– Fala logo, qual de nós era o bebê? – questionará Adônis, perplexo.

Nair continuará:

– Descobri quem tinha adotado, fui no endereço. Só queria ver meu bebê. Olhar para a ele, dar um beijo, nem que fosse pela última vez, mas não me deixaram. Claro, quando o bebê vai para adoção, a mãe biológica perde o direito. Um dia fiquei sabendo do acidente: que os dois filhos que o casal já tinha e mais o meu bebê ficaram órfãos. Corri na hora para o abrigo. E quando vi vocês tão unidos, o Apolo protegendo os irmãos menores… Percebi que precisava adotar os três. Que tinha a chance de reparar meu erro protegendo os dois que perderam os pais biológicos. E foi a melhor coisa que eu fiz. Ganhei mais dois filhos, que eu amo de paixão.

Apolo e Larissa consolarão Nair e o piloto perguntará se Adônis não vai abraçá-la. Adônix, entendo a situação, confrontará a mãe biológica:

–  Sou eu, né? Pode dizer! Eu sou o filho que você rejeitou! Claro! Por isso eu sempre senti, aqui dentro, que tinha alguma coisa errada entre a gente. Que era difícil para mim te chamar de mãe. Você não quis ser a minha mãe. Me jogou fora.

X

Pin It on Pinterest

X