Crivella acusa TV Globo de ser “manipuladora e tendenciosa”‏; Emissora responde

5342125

Na noite de terça-feira, 25, o candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), se comprometeu a comparecer à TV Globo para entrevista ao ‘RJTV’ e ao G1, mas faltou ao encontro justificando que “a emissora faz cobertura manipuladora e tendenciosa”.

Crivella enviou nota à Globo falando sobre o motivo de não comparecer às entrevistas. No texto, ele afirma que estava em Brasília e não conseguiria ir, mas, mesmo que estivesse no RJ, ainda assim não iria aos estúdios. No e-mail enviado pelo candidato do PRB, ele ressaltou que gostaria de registrar “o ato de protesto dele e o apelo a favor da democracia e da liberdade de imprensa”.

Para o ‘RJTV’, a entrevista seria de 15 minutos com perguntas feitas pela jornalista Ana Luiza Guimarães. No G1, o tempo seria dobrado e teria a participação dos repórteres Edimilson Ávila e Gabriel Barreira. A Globo informou que em reunião no dia 13 de outubro, os representantes dos políticos que disputam o segundo turno concordaram com as regras e participaram do sorteio da ordem das conversas, sendo Marcelo Freixo (PSOL) o convidado da segunda-feira, 24, e Crivella de terça-feira, 25.

Sobre o caso, a TV Globo veiculou nota dizendo que sua missão é com o telespectador. “Esclarecemos aquilo que todo defensor da liberdade de imprensa deveria conhecer: a missão de um veículo jornalístico é revelar fatos importantes, incômodos ou não, envolvendo as candidaturas. A TV Globo tem feito isso de forma isenta, com os dois candidatos em disputa pela Prefeitura do Rio”. O canal cita, ainda, outros políticos que ficaram “incomodados” com a cobertura e acabaram atacando a emissora. As informações são do portal “Comunique-se”.

Veja, abaixo, a íntegra da declaração da Globo:

Crivella não vai à entrevista no RJTV (Foto: Reprodução)
Crivella não vai à entrevista no RJTV (Foto: Reprodução)

“Desde ontem, em inserções do horário eleitoral obrigatório, o candidato Marcelo Crivella tem atacado a TV Globo em termos nada respeitosos e ainda piores do que a nota agora enviada à emissora. Em consideração a você, telespectador, esclarecemos aquilo que todo defensor da liberdade de imprensa deveria conhecer: a missão de um veículo jornalístico é revelar fatos importantes, incômodos ou não, envolvendo as candidaturas. A TV Globo tem feito isso de forma isenta, com os dois candidatos em disputa pela Prefeitura do Rio. Como atestam nossos princípios editoriais, a TV Globo é apartidária, absolutamente independente de grupos econômicos e de governos. Essa postura independente de fato irrita aqueles que preferem, em benefício próprio, que a imprensa se cale, em prejuízo dos eleitores, que tudo devem conhecer para fazer seus julgamentos. A TV Globo sabe que, ao cumprir essa missão, pode ser vítima de ataques, os mais violentos e injustos. Isso já aconteceu recentemente com Jandira Feghali, do PC do B, com o ex-presidente Lula, do PT, com o deputado cassado Eduardo Cunha, do PMDB, e, agora, com o candidato Crivella, do PRB, de colorações ideológicas tão diferentes. Você, telespectador, é testemunha de nossa lisura. Nosso compromisso é com você, não com políticos e candidatos. Será sempre assim, mesmo que o preço a pagar sejam acusações sem sentido.”




X

Pin It on Pinterest

X