“E aí… Comeu?” vira série e estreia dia 22 no Multishow

Foto: Divulgação/Multishow
Foto: Divulgação/Multishow

O espetáculo “E aí… Comeu?”, que virou filme em 2012, agora ganha uma série de 13 episódios no Multishow, com Bruno Mazzeo, Marcos Palmeira e Emilio Orciollo Netto como protagonistas. Com humor e sensibilidade, os amigos de infância voltam com novas histórias, procuram desvendar a mulher do mundo atual e debatem antigos e inéditos dilemas. Romantismo, sonhos, ambições, conquistas e decepções estão entre os temas vividos pelos amigos que ao final de cada episódio se reúnem em uma mesa de bar para compartilhar suas impressões e experiências. Com direção-geral de Johnny Araújo e produção da Casé Filmes, a série possui roteiro final assinado por Bruno Mazzeo, com Pedro Neschling, Guilherme Siman e Guga Gessullo. “E aí… Comeu?” estreia no dia 22 de agosto, com exibição de segunda a sexta, às 22h30, no Multishow.

Dando continuidade à história de Marcelo Rubens Paiva, a série é baseada nas vidas de Fernando (Bruno Mazzeo), um homem recém-separado que ainda está se adaptando à nova vida de solteiro, Honório (Marcos Palmeira), um jornalista que tem dúvidas se a vida de casado é sempre boa, e Afonsinho (Emilio Orciollo Netto), um bon vivant e pegador nato, que acaba de voltar da Europa e abre um hostel no Rio de Janeiro.

“Quando a gente fez o filme sabíamos que o tema não tinha se esgotado. E na verdade nunca estará, afinal as histórias de três grandes amigos são para sempre. Acho que fizemos um caminho natural, ao invés de fazer logo em seguida uma continuação do filme, optamos pela série, onde podemos explorar mais os personagens e novas histórias”, opina Bruno Mazzeo. Sobre o personagem com o qual ele mais se identifica e o conteúdo explorado em cada episódio, ele declara: “Eu me identifico com os três personagens, todos passam por fases que vivemos na vida real. Tudo gira em volta da essência deles, um casado, um recém separado e um solteiro. Mas na série achamos interessante ter uma continuação diferente. É como se a gente tivesse três histórias por episódio, como se cada um dos personagens tivesse um dilema por dia. Às vezes um vai estar triste, o outro empolgado e o outro em dúvida, por exemplo. A gente passeia por esses sentimentos comuns a todos nós”.

Apesar da mesma essência do filme, Marcos Palmeira acredita que na série os personagens demonstram mais experiência em suas relações interpessoais. “Existe um amadurecimento do filme para a série, afinal nós amadurecemos e evoluímos como atores, como pessoas e, consequentemente, os personagens também. Apesar de cada um ainda carregar consigo uma essência de menino, há um aprofundamento da vida pessoal deles, ao acompanhar o dia a dia dos personagens e ver como as histórias se cruzam. Hoje em dia acho que as pessoas estão perdendo um pouco a comunicação cara a cara, já esses amigos mantém o hábito de se encontrar no bar para passar a vida a limpo”, conta o intérprete de Honório.

Para Emilio Orciollo Netto, a história gira em torno da amizade, mas a mensagem principal da série é na verdade uma grande homenagem às mulheres. “Fora das câmeras somos uma família, o projeto inicial surgiu em um Carnaval que passamos juntos e solteiros. O resultado é uma grande celebração da amizade. Os temas sexo, trabalho e brincadeiras são abordados, mas é a amizade dos três que segura todas as relações. Em algumas situações vai estar tudo muito difícil, mas mesmo assim eles seguram as pontas juntos. Assim como amigos fazem na vida. Além de ser uma grande declaração de amor às mulheres! Afinal a gente não vive sem elas, somos homens apaixonados, na ficção e na realidade”, declara.

O elenco fixo também conta com Emanuelle Araújo, que interpreta Leila, esposa de Honório (Marcos Palmeira), com quem têm duas filhas, Camila (Duda Batsow) e Giovana (Giovanna Stefanio). A atriz destaca as características da personagem e sua evolução na série. “Já conhecia os meninos de longa data e também o filme, onde a minha personagem foi lindamente interpretada pela Dira Paes. Fiquei muito empolgada quanto li o texto. A Leila ganhou uma amplitude de comportamento, é possível ver novos lados dela, como mulher, mãe e profissional, engraçada e sexy. Ela tem um feminino potente que me interessou muito, é uma mulher contemporânea, moderna, independente e consegue manter a firmeza mesmo em um casamento de anos e que passa por fases difíceis. A minha parceria com o Marquinhos (Palmeira) foi excelente e as cenas com Bruno e Emílio muito prazerosas também. Foi muito divertido o processo todo”, explica.

Ainda no elenco, a atriz Maria Manoella interpreta Regina, suposta amante de Honório (Marcos Palmeira) no escritório. Marcela Rica é Rita, funcionária do hostel e grande amiga de Afonsinho (Emilio Orciollo Netto). Entre as participações especiais estão Alice Assef, Anaju Dorigon, Armando Babaioff, Camila Lucciola, Carla Daniel, Castrinho, David Pinheiro, Eline Porto, Guida Vianna, Juliana Lohan, Lorena Comparato, Marcelo Gonçalves, Marcos Pitombo e Priscila Assum.

Para o diretor Johnny Araújo, seu primeiro trabalho ao lado dos protagonistas foi um desafio prazeroso. ”Como a série possui uma narrativa onde cada episódio conta uma história nova, com começo, meio e fim, foi como filmar treze curtas metragens. Mas trabalhando com Marcos Palmeira, Bruno Mazzeo e Emilio Orciollo Netto, o que não faltaram foram situações engraçadas. As participações femininas foram muito bem desenvolvidas e chegaram com uma força enorme para a dramaturgia da série. A Emanuelle Araújo trouxe um olhar completamente novo e uma energia incrível, ela é uma quarta protagonista ao lado dos meninos. Acho que o maior diferencial é a qualidade do elenco como um todo, desde as pequenas participações até as maiores. Foi o melhor time que eu já tive a oportunidade de trabalhar”, declara.

O programa também marca a volta da Casé Filmes à televisão. Depois de mais de seis anos atuando apenas no cinema, Augusto Casé, sócio e produtor comemora o novo projeto. “Estamos muito entusiasmados com esse retorno à TV, e acho que o filme escolhido para virar um seriado não poderia ter sido melhor. Quem gostou do filme, irá adorar a série”, conclui.

SERVIÇO

E aí… Comeu?

Estreia: 22 de agosto, segunda-feira, às 22h30 no Multishow

Exibição: segunda a sexta, às 22h30

Horários alternativos: terças às 15h, quintas às 17h30, sextas às 15h, sábados às 15h30 e domingos às 16h30

X

Pin It on Pinterest

X