Em 21 anos de “Teleton”, SBT e AACD chegam a R$ 425 milhões em doações – Número ultrapassa valor arrecadado em 33 anos de “Criança Esperança”

Campanhas solidárias possuem focos distintos e são parceiras desde 2016

Em 21 anos de “Teleton” Brasil, a AACD e o SBT já arrecadaram R$ 424.717.227,00 (quase quatrocentos e vinte e cinco milhões de reais), em doações. O valor é um dos maiores já arrecadados em campanhas beneficentes na América Latina. Para se ter uma ideia do poder da maratona da solidariedade do SBT, desde 1998, nas 21 temporadas já realizadas, todas as metas estipuladas foram atingidas e ultrapassadas. Enquanto isso o “Criança Esperança”, campanha solidária promovida pela Rede Globo e UNESCO, arrecadou nos seus 33 anos de existência, cerca de R$ 350 milhões. As informações fazem parte de um levantamento exclusivo realizado pela coluna do “Bastidores da TV”.

Apesar de se assemelharem pela mobilização pública e social através de doações em prol às crianças e adolescentes, o “Teleton” e o “Criança Esperança” possuem suas particularidades que acabam diferenciando o apelo e os valores arrecadados. O “Teleton” tem como objetivo principal a manutenção da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), que graças às doações realizadas nas cerca de 28 horas ininterruptas de programação especial todos os anos conseguiu construir diversas unidades em diversos estados, além de mantê-los. Com o objetivo de manter as Unidades distribuídas pelo País e ampliar a quantidade de atendimentos, que até 1998 eram centralizados na unidade de São Paulo, a AACD criou o Teleton, que conta como grande parceiro a TV de Silvio Santos, que todos os anos produz e transmite a maratona televisiva que busca conscientizar a população a respeito das possibilidades de uma pessoa com deficiência física, gerando grande mobilização social. Além de prestar contas das atividades realizadas pela entidade, é uma das principais ferramentas de captação de recursos da Instituição. Em 2017, o evento arrecadou R$ 29,7 milhões e neste último final de semana, a edição 2018 arrecadou quase R$ 32 milhões, valor que será destinado à manutenção das nove unidades e do Hospital Ortopédico. São mais de 800 mil atendimentos realizados anualmente pela entidade. O “Teleton” conta com uma rede de solidariedade composta pelo SBT e colaboração de outras emissoras , além de grandes empresas, artistas e colaboradores que se unem na maior maratona televisiva realizada no Brasil, entre o final de outubro e primeira quinzena de novembro.

Teleton já arrecadou R$ 425 milhões em 21 anos.

Já o “Criança Esperança”, promovido normalmente em agosto, apresenta uma série de programas especiais e o apelo por doações durante a programação da Globo, durante algumas semanas. Em 2018, arrecadou quase R$ 18 milhões. Reconhecido pela ONU como modelo internacional, a campanha incentiva o debate sobre políticas públicas e transforma vidas. Durante a campanha, toda a programação da Globo se une para apresentar temas relacionados a defesa de direitos de crianças e jovens, produzindo reportagens e quadros especiais, além de filmes específicos, com o objetivo de prestar contas sobre a aplicação dos recursos arrecadados. Há mais de 30 anos o Criança Esperança cria oportunidades de desenvolvimento para crianças, adolescentes e jovens. Até aqui, mais de R$ 350 milhões em doações foram investidos no Brasil em mais de 5 mil projetos sociais, beneficiando mais de 4 milhões de crianças e adolescentes em todo país. Os recursos arrecadados são depositados diretamente na conta da UNESCO, que é responsável pela seleção de projetos, por meio de edital público, realizada anualmente. Após a seleção, a UNESCO monitora e faz o acompanhamento técnico e financeiro dos projetos apoiados.

SBT e Globo trocam gentilezas para promoção das duas campanhas, desde 2016.

Desde 2016, após o apresentador Carlos Massa pedir doações ao “Criança Esperança” (Globo), em seu “Programa do Ratinho” no SBT, iniciativa seguida por outros programas da emissora, tendo a Globo retribuído o gesto no “É de Casa” e “Domingão do Faustão”, as duas emissoras trocam apoio e gentilezas na divulgação das respectivas campanhas solidárias. Neste ano, no encerramento do “Teleton”, Silvio Santos agradeceu todas as emissoras que cederam seus artistas e colocou o SBT à disposição da Globo em prol do “Criança Esperança”, em 2019. Antes da declaração do “Homem do Baú”, a TV Globo, através das redes sociais, mais uma vez desejou sorte ao SBT na realização da edição deste ano do “Teleton”; são claros exemplos de que a rivalidade jamais pode existir quando se promove o bem. Que a rede da amizade se propague entre todas as emissoras. Sonhar nunca é demais!

Siga/Participe:

E-mail: colunajuliofantin@gmail.com
Twitter: @jcfantin
Facebook: @eusouojulio
Instagram: @juliocesarfantin

 

Júlio César Fantin

Trabalhou em empresas de comunicação como SBT SC, Band SC e Regional FM. Criou o site Portal G e o portal Ouvintes. É colunista de TV desde 2012. Atua no BastidoresDaTV, desde janeiro de 2015. colunajuliofantin@gmail.com

Pin It on Pinterest