Emocionado, Galvão Bueno diz que não irá narrar partidas de futebol neste ano

A emoção rolou solta no “Encontro com Fátima Bernardes”. Fazendo a cobertura sobre a tragédia que aconteceu com a “Chapecoense”, o programa contou com a participação de Galvão Bueno que não conseguiu segurar a emoção.

Em conversa com Fátima Bernardes ele disse: Me desculpe a voz. Não dormi, estou chocado. Quantas vezes estivemos juintos falando sobre futebol, alimentando esperanças com a nossa seleção. Eu diria que é um dos momentos mais difíceis desses meus 42 anos de carreira. Lembro imediatamente do acidente de Ayrton Senna. Foram 76 vítimas, as famílias, os nossos companheiros de TV Globo, de outras televisões“.

Logo depois, chorando ele diz: “Até esse momento do time, de ser o primeiro de Santa Catarina à chegar a uma final continental, nada disso importa perto de tudo o que aconteceu.  Eu tenho certeza que vai haver uma união para que ela possa continuar. É a maior de todas as tragédias. Acho que o silêncio, o respeito e pedir a Deus que dê força à todos para que possamos superar esse momento tão difícil”.

No fim de sua participação ele conclui : “Eu confesso uma coisa à você, Fátima. Eu não tenho a menor vontade de fazer um jogo de futebol neste ano”, encerrou o apresentador com a voz embargada”.

 

#ForçaChapecoense