Globo é indicada ao Emmy Internacional 2016 em cinco categorias

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Mais uma vez, as produções da Globo entram para a lista das melhores do mundo. Reconhecidos pela Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão, atrações e elenco da emissora foram indicados, em cinco categorias, ao Emmy Internacional 2016, o principal prêmio de televisão do mundo. Duas obras da Globo concorrem na mesma categoria ‘Melhor Novela’: ‘A Regra do Jogo’, de João Emanuel Carneiro, e ‘Verdades Secretas’, de Walcyr Carrasco’. Por suas atuações nestas tramas, Alexandre Nero disputa o prêmio de ‘Melhor Ator’ e Grazi Massafera o de ‘Melhor Atriz’, respectivamente. A Globo ainda participa na categoria ‘Melhor Comédia’ com o programa ‘Zorra’, e em ‘Minissérie’ com ‘Os Experientes’, uma coprodução com a O2 Filmes exibida em 2015.

Com texto de João Emanuel Carneiro e direção artística de Amora Mautner, ‘A Regra do Jogo’, exibida no ano passado, concorre a ‘Melhor Novela’. A obra trata de ética e do limite entre o certo e o errado por meio do personagem Romero Rômulo (Alexandre Nero), um ex-vereador corrupto e integrante de uma grande facção criminosa, que, de fachada, ajuda a reintegrar ex-detentos à sociedade. Por sua atuação na novela, Nero foi indicado na categoria ‘Melhor Ator’ e concorre com Dustin Hoffmann (por “Roald Dahl’s Esio Trot”, do Reino Unido) e com atores da Alemanha e das Filipinas.

A dobradinha se repete com ‘Verdades Secretas’. A obra de Walcyr Carrasco, como direção artística de Mauro Mendonça Filho, também concorre na categoria ‘Melhor Novela’, com sua trama sobre o submundo da moda. Grazi Massafera, que deu vida a Larissa, uma modelo viciada em crack, concorre ao prêmio de ‘Melhor Atriz’. Grazi também disputa a estatueta com a consagrada Judi Dench (por “Roald Dahl’s Esio Trot”, do Reino Unido) e com atrizes da Alemanha e de Cingapura. Na categoria Novelas, a Globo concorre com produções do Canadá e das Filipinas.

Na categoria ‘Comédia’, a Globo foi indicada com ‘Zorra’ e tem produções da França, Reino Unido e África do Sul como concorrentes. O programa estreou reformulado em maio de 2015 e tem redação final de Marcius Melhem, Celso Taddei e Gabriela Amaral e direção artística de Maurício Farias. E ‘Os Experientes’, uma coprodução da Globo com a O2 Filmes, disputa o prêmio na categoria ‘Minissérie’ com obras do Reino Unido, Alemanha e Coreia do Sul. A série, em quatro episódios, fala sobre envelhecer, mas também sobre se redescobrir, se reinventar e começar a viver uma das melhores fases da vida. São quatro histórias independentes, mas interligadas pelos seus personagens, com direção geral de Fernando Meirelles e Quico Meirelles, e direção de gênero de Guel Arraes.

O anúncio dos finalistas foi feito na manhã desta segunda-feira, dia 26, pela Academia Internacional de Artes e Ciências da Televisão. Os vencedores serão conhecidos em uma cerimônia de gala, que será realizada no dia 21 de novembro, em Nova York, Estados Unidos.

Única televisão brasileira que já venceu o Emmy Internacional, a Globo coleciona quatorze estatuetas do prêmio, considerado o Oscar da televisão mundial, que consagra produções televisivas internacionais. No ano passado, ‘Império’ conquistou a estatueta de ‘Melhor Novela’ e ‘Doce de Mãe’ de ‘Melhor Comédia’.

O primeiro Emmy Internacional da Globo foi conquistado em 1981, por ‘A Arca de Noé’. No ano seguinte, foi a vez de ‘Morte e Vida Severina’. Em 1983, Roberto Marinho, fundador da Globo, ganhou o prêmio na categoria ‘Direção’. A primeira novela a vencer o Emmy foi ‘Caminho das Índias’, de Gloria Perez, em 2009. Em 2011, a emissora foi novamente vencedora na categoria ‘Melhor Novela’ com ‘Laços de Sangue’, coprodução com a SIC. No mesmo ano, a Globo foi premiada pela cobertura do ‘Jornal Nacional’ sobre a invasão do Complexo do Alemão, no Emmy Internacional de Jornalismo. No ano seguinte, duas estatuetas foram conquistadas com as produções ‘O Astro’ como ‘Melhor Novela’, e ‘A Mulher Invisível’, ‘Melhor Comédia’. Em 2013, além do prêmio de Fernanda Montenegro como ‘Melhor Atriz’, a emissora levou a estatueta de ‘Melhor Novela’ com ‘Lado a Lado’. Em 2014, foi a vez de ‘Joia Rara’ conquistar o prêmio de ‘Melhor Novela’.