Leonardo Brício processa TV Record por falta de pagamento

20160415112139778035u

Leonardo Brício travou uma batalha judicial contra a Record e está processando a emissora paulista por direitos trabalhistas, assim como os atores Paloma Duarte e Bruno Ferrari. Segundo o jornalista Leo Dias, do jornal “O Dia”, o ator, que foi protagonista na novela “Rei Davi”, tem uma audiência marcada no Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região, no Centro do Rio.

De acordo com a publicação, o artista alega ter trabalhado de 2 de janeiro de 2016 a 26 de junho de 2014 no canal de Edir Macedo, responsável pelo sucesso de “Os Dez Mandamentos” e elogiado durante estreia de “Terra Prometida”, de forma ininterrupta sem carteira assinada. Quando deixou a rede ele recebia através de sua empresa o valor mensal de R$ 42.336,36. No processo de número 0100602-49.2016.5.01.0013, Leonardo afirma que nunca tirou férias, apenas se afastou do trabalho por curtos períodos de, no máximo, duas semanas.

Na rescisão contratual, o galã diz que não recebeu o pagamento das férias acrescidas de um terço, FGTS, multa de 40% do FGTS, aviso prévio proporcional ao tempo de serviço e fornecimento das guias para o seguro desemprego ou alguma indenização correspondente. Brício pede ainda as horas extras trabalhadas e diz que, em “Rei Davi”, minissérie exibida em 2012, ficava no set por até 12 horas diárias, de segunda a sábado.

Contudo, Leonardo também pretende que sejam pagas os direitos de imagem pela reexibição da trama. No final do ano passado, Dado Dolabella venceu o processo que movia contra a Record e recebeu aproximadamente R$ 800 mil de indenização.




X

Pin It on Pinterest

X