No “Esporte Espetacular”, Clayton Conservani é desafiado por holandês a permanecer em ambiente gelado

Clayton Conservani entrevista Wim Hof na Holanda. Foto: Globo/Rafael Freitas
Clayton Conservani entrevista Wim Hof na Holanda. Foto: Globo/Rafael Freitas

O repórter Clayton Conservani, conhecido por suas aventuras esportivas extremas, foi à Holanda entrevistar Wim Hof, famoso por seus 26 recordes no Guiness Book em permanência em ambientes gelados. Ele conta ter inventado um método que permite superar os limites em lugares frios e garante que isso pode ser benéfico para a saúde. Estudos feitos por universidades holandesas comprovaram que Hof é capaz de aumentar sua capacidade imunológica permanecendo em ambientes gelados. Depois da entrevista, o “homem de gelo” desafiou Clayton a suportar o máximo de tempo que conseguir em um barril cheio de gelo. O recorde do holandês é de duas horas.

No segundo episódio da série “Aventuras Urbanas”, Karina Oliani faz um vôo a bordo de um caça da Força Aérea Brasileira. Apaixonada por aviação, esse era um de seus maiores sonhos: voar em um desses aviões que desafiam a gravidade e que podem impor até seis vezes a força g, submetendo o corpo humano a cargas perigosas e a limites extremos. “Voar em um A29 que chega a 690 km/hora e corta os céus fazendo manobras e acrobacias impressionantes é fascinante para qualquer pessoa que ama aviação. Para mim, um grande sonho. Mas apenas os melhores pilotos da Academia podem se candidatar a esse posto. Sabia que era duro e algo muito exaustivo, mas eu tinha que experimentar uma das melhores sensações do mundo”, conta Karina. O treinamento é rigoroso e inclui câmara hipobárica, cadeira de ejeção e simuladores para poderem assumir o comando.

Edilson, o Capetinha, é o personagem do terceiro episódio da série “Indomáveis”, que resgata a história de jogadores polêmicos do futebol brasileiro. Ídolo no Palmeiras, Corinthians e Flamengo, ele protagonizou uma das maiores batalhas campais em um jogo de futebol, no Brasil, na decisão do Paulistão de 1999, quando parou o jogo, fazendo embaixadinhas com a bola. Os jogadores do Palmeiras consideraram provocação e a briga começou. “Não me arrependo. A gente foi muito provocado nesse dia”, lembra. Ele fala ainda o seu comportamento quando jogador, sobre o treinador Joel Santana e sobre a briga com Petkovic no Flamengo.

Ainda no programa dessa semana, Tino Marcos entrevista Alexandre Pato. Ele fala sobre o recomeço no Villarreal, dos erros que cometeu no Corinthians, da bronca que levou de Tite no clube paulista e do sonho de voltar à seleção. No quadro “Memórias de um gol”, Thiago Asmar entrevista Leonardo Silva para recontar a história do gol que marcou aos 42 minutos do segundo tempo na final da Libertadores de 2013, que levou o jogo para a disputa de pênaltis e deu o título da competição ao Atlético-MG. O “Esporte Espetacular” entra no ar às 8h50, depois do “Globo Rural”.

X

Pin It on Pinterest

X