Record e Geraldo Luís tem reunião decisiva nesta quinta (13) para tratar de novo programa

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Record não vai decidir nada para a programação do ano que vem enquanto não resolver a situação dos apresentadores da casa. Gugu Liberato, Sabrina Sato, Xuxa Meneghel, Marcos Mion e Geraldo Luís são as peças que a direção da emissora pretende movimentar para a nova programação. Sobre Geraldo, a direção da Record e ele terão uma conversa nesta quinta-feira que poderá definir o que acontecerá daqui em diante.

De acordo com as informações do jornalista Flávio Ricco, do “UOL”, nesta reunião, Record e Geraldo discutirão sobre a possível saída do apresentador aos domingos para que ele possa tocar um programa diário e noturno. Lembrando que o apresentador renovou com a Record até 2020, mas com garantia de permanência aos domingos. Caso ele aceite um programa diário, um novo contrato será feito.

Mas, como nada são flores, a Record enfrenta problemas para convencer o apresentador a mudar. Geraldo Luís resiste por dois fatores: ele sabe que mudar para outro programa, em outro dia e horário não vai fazer os telespectadores que o acompanham no “Domingo Show” acompanhá-lo em uma nova empreitada. E, também , por conselhos de amigos. Um deles, Carlos Alberto de Nóbrega, no último sábado (8), no salão do cabeleireiro Jassa, disse a Geraldo que migrar para um programa diário é de extrema responsabilidade, além de comprometer a sua carreira e a sua saúde.

A Record que fazer de Geraldo Luís um novo Flávio Cavalcanti, resta saber se o destino do apresentador do “Domingo Show” é esse.