Rita Cadillac diz que mentiu para Globo antes de entrar em “A Fazenda”

a-fazenda-6-rita-cadillac

Rita Cadillac disse ter mentido para a Globo pouco antes de entrar para o reality show “A Fazenda”, na Record, em 2013, durante entrevista ao programa “Pânico”, da rádio Jovem Pan, nesta quinta-feira (27).

Além disso, a ex-chacrete contou um pouco de sua história e falou abertamente sobre outros assuntos polêmicos como estupro, prostituição, o sequestro do próprio filho e a preferência por relacionamentos com homens mais maduros, como o técnico da Seleção brasileira, Tite, a quem classificou de “gostoso”.

No auge de sua carreira, Rita revelou que precisou inventar uma desculpa para a direção da TV Globo antes de entrar no reality show da Record. Isso aconteceu porque a emissora queria que ela participasse de mais capítulos da novela “Amor à Vida”, mas ela já tinha assinado contrato com a concorrente.

“Faltando poucos dias, eles [a Globo] me chamam para gravar a novela [Amor à Vida]. Eu pedi à Record para me deixar gravar. Acho que para sacanear a Globo, eles me deixaram. Gravei na Globo, mas eles queriam mais [dias]. Aí eu inventei que teria que fazer um show no exterior por três meses”, contou Rita, acrescentando que a Record botou “A Fazenda” no mesmo horário da novela”, detalhou.

Rita contou ainda que foi estuprada pelo primeiro marido, com quem se casou virgem aos 15 anos, e disse que foi obrigada a sequestrar o próprio filho depois que o pai colocou na cabeça dele que a mãe estava morte.

Questionada sobre relacionamentos, Rita Cadillac afirmou ter preferência por homens maduros, como Tite, José Mayer, e não um Caio Castro. “Não gosto de criança, de ‘jardim de infância’, vou ter que ensinar? Eu acho o Tite gostoso, se você não acha…”, declarou.

Rita Cadillac, que foi eleita madrinha de detentos do Carandiru, negou também ter se relacionado com diretor do presídio. “Nunca, jamais. O Chiquinho, que era o diretor de patrimônio, é o meu compadre há vários anos”, garantiu.




X

Pin It on Pinterest

X