Spoiler: Embate termina mal em “Velho Chico”

velho_chico_antonio_fagundes_afranio__free_big_fixed_big

Em má fase, Afrânio (Antonio Fagundes) desmaiará durante uma briga com Bento (Irandhir Santos) e cairá do coreto em praça pública. Na novela Velho Chico, os dois vão discutir no meio do povo por causa do aumento do salário dos vereadores. O coronel verá o adversário político ganhar o apoio da população e ficará sem ar, até sofrer uma queda espantosa. Socorrido por Iolanda (Christiane Torloni) e Tereza (Camila Pitanga), ele ficará abalado quando recobrar a consciência. As informações são do site “Notícias da TV”.

A cena começará com o Saruê tentando intimidar o irmão de Santo (Domingos Montagner). Ele dirá que o vereador também “mama” no dinheiro do povo. “Eu recebo salário, coronel, pelo serviço que presto! Fui o único que votei contra este aumento! Não apenas votei, como abdiquei do luxo e regalias que meus colegas tanto lutaram para conseguir”, falará o vereador, que será aplaudido.

Durante a discussão, o tempo todo Bento será ovacionado, e isso deixará o coronel ainda mais nervoso. “Não tente virá meu povo contra mim, vereadô. Eles sabe, mais que todo mundo, tudo que eu e minha família têmo feito por essa cidade”, dirá Afrânio. Nisso, Bento cobrará promessas de campanha dos vereadores que ele elegeu. Enquanto o vereador estiver listando uma série de coisas, Afrânio tentará argumentar e refutar, mas não conseguirá.

Queda feia

Furioso, o coronel dirá que não precisa explicar nada para ninguém, chamará o inimigo de arruaceiro e afirmará o que tudo que ele diz é difamação e injúria. Bento continuará a esbravejar. Pálido, sem ar, com o sol queimando sua cabeça, Afrânio ficará com vergonha de descer do coreto, de largar a briga no meio. Ele soltará o nó da gravata e desabará do coreto.

“Afrânio tombado no meio da praça. O povo abriu uma clareira ao seu redor e ele demora a acordar. Todos se calam e ele só começa a abrir os olhos quando ouve a voz de Tereza e Iolanda chamarem. Ele desperta, ainda grogue e sentindo o choque da queda, vê as duas e, por trás delas, o olhar de cobrança do povo. Sem falar nada, apaga outra vez”, indica o roteiro.

O coroel será levado para o bar de Chico Criatura (Gésio Amadeu). Despertará revoltado e descontará sua raiva na mulher e na filha. “Aconteceu que fui me fiá nesse incompetente desse deputado! Fui botá ele pra cuidá desse vereadô. O desgraçado criô asa e garra! Isso aqui foi só uma vertige à toa! Vô é voltá lá e resolvê as conta com aquele maldito”, gritará ele, que quase tombará outra vez.

Fragilizado

Tereza dirá que ele não vai a lugar nenhum. “Você tira suas mão de mim, sua ingrata! Você é mais uma a se juntá àquela raça e se virá contra mim! Você, teu filho e aquele ôtro maldito que eu botei no mundo! Até meus próprios filho virô argumento pra me difamá”, vai disparar o coronel.

Ele sairá do bar com ajuda de Chico e desabafará: “Eu tô é perdeno tudo! Tudo, Chico! Num é tomá um tombo pra essa gente que me dói, Chico. Isso, como ocê diz, é da peleja. O que dói é tomá o tombo que tô tomano de minha própria família”, falará o coronel, abatido e abalado com a situação.

X

Pin It on Pinterest

X