Atriz da Globo revela que foi alvo de preconceito por falta de depilação

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A atriz Yasmin Gomlevsky, que já fez parte do elenco de “Malhação” e atualmente vive a prostituta Vidinha, fiel escudeira de Virgínia (Lília Cabral) em “Liberdade, Liberdade”, marcou presença na sessão para convidados de “O Musical Mamonas” na noite de segunda-feira (11), no Rio.

Na ocasião, ela contou ter sofrido preconceito nas ruas por conta de sua caracterização na novela. Por ter ficado sete meses sem depilar para a trama de época, a atriz revelou ter sido vítima do que ela chama de “jovens caretas”. No intervalo das gravações, Yasmin esteve com amigas na praia e, em algumas das vezes, ouviu comentários sobre seu “sovaco peludo”.

“Sofri preconceito. As pessoas têm muito problema com o que é diferente. Na praia, eu estava com uma amiga e fiquei com o braço erguido, sem me importar, afinal estava relaxando. Ai tinha um grupinho de jovens conservadores, grupo aliás que nunca vou entender na minha vida, mas enfim… Eles ficaram olhando e apontando pra mim. Um bando de jovens caretas, né? Quando eles passaram eu dei risada e levantei bem o braço apontando para o sovaco peludo. Passei a entender na pele o que era o preconceito”, disse ela, revelando bom humor para lidar com a situação.

A atriz contou que os meses que passou sem depilar serviram também de experimento para ela. Depois de finalmente retirar os pelos, Yasmin disse que se sentiu estranha e “nua”. “Me depilei e aconteceu uma coisa estranhíssima comigo. Já estava acostumada com aquele monte de pelos (risos) e fiquei me sentindo ‘pelada’ na rua. Foi muito estranho”, revelou.

A experiência fez também com que Yasmin não seja mais tão exigente com sua depilação. “Foi uma experiência de vida. Hoje em dia não acho mais um problema estar com os pelinhos mostrando. Se eu vou para academia e não me depilei, hoje não ligo. Amaciei um pouco esse padrão. Foi bom viver o diferente”, apontou a atriz.

X

Pin It on Pinterest

X