Brad Pitt implorou para Angelina Jolie não dar entrada na separação, afirma revista

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O casamento mais comentado do mundo do cinema terminou sem dizer “adeus” aos fãs. Angelina Jolie e Brad Pitt anunciaram a separação nesta semana e tudo o que se pensa e se fala no mundo das celebridades envolve os dois atores, que juntos, formaram uma grande família e uma verdadeira fortuna.

Os desdobramentos que envolvem a separação está sendo contada aos poucos. Após entrevistas com pessoas ligadas ao ex-casal, que ficaram 12 anos juntos e desde 2014 oficialmente casados, os dois lados da história são contados. “As coisas foram sendo construídas por um longo período. Não foi uma coisa qualquer”, disse uma fonte confiável próxima à atriz à revista “People”. “Ela amou esse homem por muitos anos e o divórcio não é algo que você faz impulsivamente”, completou a fonte da revista. A entrevista completa sairá na edição da publicação nesta sexta-feira, 23 de setembro.

Agora, para o lado do ator, a história é um mais forte. Uma pessoa ligada ao ator foi ouvida pelos repórteres da revista: “Houve claramente um ponto de ruptura, onde ela (Angelina) não aguentava mais. Ele mostrou seu lado e disse que não poderia seguir em frente, e ela reagiu”, contou sem maiores detalhes. Na capa da publicação desta seta-feira, a “People” apontará que Brad implorou para Angelina não pedir o divórcio e repensar a decisão. A revista aponta que os problemas e discussões envolvendo a criação dos seis filhos, maior motivo da separação, ocorreu desde o casamento, há dois anos. Segundo fontes, Angelina era mais tranquila com a educação dos seis filhos e Brad era mais rigoroso.

Uma pessoa ligada a Brad Pitt disse que Angelina pediu o divórcio dois dias antes de dar entrada nos papéis para a separação na corte de Los Angeles, na última segunda-feira (19). “Ele ficou destruído.Ele pediu a ela para que ela fizesse tudo discretamente. Não para salvar o casamento, mas pensando no bem estar dos filhos. E foi ignorado por ela”, completou.

No entanto, uma pessoa ligada a atriz disse que não poderia ser diferente e, em comunicado, que foi  “para a saúde de sua família” e que “ela fez o que precisava ser feito”.

Mas uma coisa todas as fontes da revista concordaram. O ex-casal ainda se ama. “Eles têm seis filhos juntos e estarão sempre na vida um do outro”.

X

Pin It on Pinterest

X