Chance de cura de Marcelo Rezende é de apenas 1%, diz especialista

Marcelo Rezende revelou no “Domingo Espetacular” deste fim de semana que está com câncer no pâncreas e no fígado, o que o fez ter que se afastar de suas funções como apresentador do “Cidade Alerta” na Record TV.

Para o endocrinologista e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Dr. Ney Cavalcanti de Albuquerque, o estado é crítico e a porcentagem de cura nesses casos é de apenas 1%.

“É uma situação muito crítica. A cura realmente passaria por uma espécie de milagre”, disse ele em entrevista a um programa na Rádio Jornal, de Recife, na manhã desta segunda. “Pode tirar o nódulo, mas ainda assim continua sendo muito complicado”, completou.

Ney disse acreditar em uma sobrevida de no máximo cinco anos, além de explicar o que fez esse ser um quadro difícil de se tratar. “É um câncer de mau prognóstico. Responde mal a uma cirurgia, radioterapia, quimioterapia. Tomara que ele caia nesse pequeno percentual e vá se dar bem”, completou. As informações são do site “Vírgula”.

X

Pin It on Pinterest

X