Flor fala sobre assalto seguido de agressão em sua chácara; confira

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

A Flor, integrante do “Jogo dos Pontinhos“, do “Programa Silvio Santos” foi assaltada em sua chácara, localizada na cidade de Monte Mor, no interior de São Paulo, na madrugada da última segunda-feira, 11 de julho.

Em entrevista ao site “Ego”, Flor comentou sobre o ocorrido. “Tinha assistido a um espetáculo e ia jantar com a minha irmã (Irís Fernandez). Como deixamos nosso cachorro, que é filhote, na chácara, minha irmã ligou a imagem das câmeras no celular para vermos se estava tudo bem. Vimos que o filhote caiu na piscina e, como estávamos ainda longe, liguei para um pedreiro meu de confiança para ir lá salvar o cachorro. Como ele não tem carro, ele foi ao vizinho e pediu ajuda dele. Um homem, que estava conversando com esse vizinho, entrou de bico e foi junto. Cheguei logo em seguida deles na chácara e dei um dinheiro aos três, pela ajuda. Depois vi que meu notebook estava fora do lugar e avisei ao meu pedreiro, pois já tinha percebido que foi o cara que veio junto com ele”.

(Foto: Arquivo Pessoal)
(Foto: Arquivo Pessoal)

O bandido, que está foragido, voltou para o local para tentar matar a Flor e sua irmã, Irís. “O bandido voltou, era o mesmo cara. Não sei se o meu pedreiro falou com ele, o que aconteceu. Mas ele disse que não ia deixar a gente denunciá-lo, que ia nos matar, queria as imagens das câmeras. Gritava pra gente abrir a porta. Ele acabou entrando pela janela do meu quarto”.

(Foto: Arquivo Pessoal)
(Foto: Arquivo Pessoal)

Flor e Irís ainda conseguiram escapar, mas o bandido conseguiu encontrá-las e partiu para a agressão com o notebook da apresentadora. “Saí correndo e fechei a porta do quarto, trancando ele lá. Mas ele saiu e deu a volta na casa e tentou entrar pela cozinha. Aí foi quando entramos em luta corporal. Ele estava com o meu notebook na mão e bateu com ele na minha boca. Ele torceu meu braço, estou com arranhões e alguns roxos. Minha irmã me ajudou, o segurando. Saí pra buscar ajuda, mas, nesse momento, a camiseta dele rasgou e ele conseguiu fugir. Minha irmã ficou com a camiseta dele nas mãos”.