“Me mata, mas deixa minha filha”, relembra Cláudia Rodrigues sobre assalto

Foto: Reprodução/Record
Foto: Reprodução/Record

Emocionada, a atriz Cláudia Rodrigues relembrou os momentos de terror vividos durante uma tentativa de assalto em Curitiba, no Paraná, na última sexta-feira (22). A atriz, a filha, Isa Hieatt, e a empresária, Adriane Bonato, foram surpreendidas por dois homens armados.

Em entrevista ao programa “Domingo Espetacular”, da Record, Cláudia, contou que um dos suspeitos chegou a apontar a arma para a sua filha, e que, nesse momento, ela pediu “pelo amor de Deus” para que o bandido deixasse a menina em paz. A atriz disse ter visto a morte de perto.

“Eu tirei a máscara e pedi pelo amor de Deus, ‘me mata, mas deixem ela (sic), porque ela tem uma vida pela frente, não pode morrer agora'”, narrou Cláudia, aos prantos, neste domingo. Ela planejava voltar ao teatro e a lançar um canal de vídeos em outubro, mas devido o episódio, os planos foram alterados.

Em entrevista ao portal UOL, a empresária de Cláudia contou que a atriz foi agredida e levou uma pisada forte no pé de um dos criminosos. “Só não mataram a gente porque o bandido reconheceu a Claudia e era fã dela”, disse.

X

Pin It on Pinterest

X