Após parcerias com CNT e Esporte Interativo, TV Gazeta planeja expansão própria em todo o Brasil

De 1995 a 2000, a TV Gazeta e a CNT formaram uma parceria para transmissão em rede. Em 1998/1999, a parceria foi com o Esporte Interativo. Agora, a TV Gazeta de São Paulo, promete uma expansão em sua rede, não descartando novas parcerias com afiliadas (algumas em processo de negociação), porém com a meta de se tornar por conta própria uma grande rede de televisão nacional. De acordo com a emissora, instalada na Avenida Paulista, em contato com a coluna, “as parcerias são motivadas por afinidade de conteúdo e estratégias negociais e representam o interesse das partes no momento de sua realização. Ambos os projetos foram bem sucedidos e se encerraram para dar lugar a iniciativas próprias, num movimento natural de renovação”.

Gazeta promete reforço em sua programação

Ainda segundo a Gazeta, que pode ser sintonizada na capital paulista em TV aberta digital, através do canal 11.1 e em outras capitais como Florianópolis (SC) onde está no canal 15.1, a emissora já está presente em 11 estados do Brasil e 254 municípios, que representam 52,2 milhões de telespectadores potenciais, além da cobertura adicional de parabólicas digitais (satélites C2 e C3) e carregamento no cabo. Recentemente a Gazeta passou a fazer parte do line-up da NET também no Rio de Janeiro e em Brasília, agregando mais de um milhão de assinantes ao seu potencial de audiência.

Emissora já produz mais conteúdo próprio que a RedeTV!

Na Grande SP, onde está sediada há 48 anos, a “TV do Paulista”, da Fundação Cásper Líbero, está entre as 7 emissoras de TV aberta mais assistidas, ficando em muitos momentos na quarta colocação. Na média dia, briga diretamente com a RedeTV!, graças a programas tradicionais como “Revista”, “Mulheres” (agora com Regina Volpato), “Mesa Redonda”, “Todo Seu” (com Ronnie Von), “Gazeta Esportiva” e “Jornal da Gazeta”. Tem também o novo programa “Nossa Noite” (com Rinaldi Faria – o criador da dupla Patati Patatá). A Gazeta chega a ter mais produção própria do que a RedeTV!, emissora “loteada” para igrejas e caça-níqueis. O “Bastidores da TV” já informou em primeira-māo que muitas emissoras independentes avaliam a troca de afiliadas devido principalmente à crise econômica e de audiência como a RedeTV!, a Band e a Record News. A expansão da rede é vista com otimismo pela Gazeta.

A programação da TV Gazeta está fundamentada no tripé de jornalismo, esporte e variedades, com especial olhar para o conteúdo feminino, gênero no qual é expert em produção, levando ao ar cerca de nove horas diárias ao vivo, de segunda a sexta-feira. “Concluímos, recentemente, uma atualização no programa “Mulheres”, que envolveu a chegada de nova apresentadora, cenário, vinhetas e conteúdo. Além disso, estamos trabalhando no projeto de cobertura das eleições de 2018, que envolve a realização de debates e programas especiais. Outras novidades, serão anunciadas ao longo deste ano e podemos garantir que vem surpresa por aí”.

Siga: JÚLIO CÉSAR FANTIN

Twitter: @jcfantin

Facebook: @eusouojulio

Instagram: @juliocesarfantin

Júlio César Fantin

Trabalhou em empresas de comunicação como SBT SC, Band SC e Regional FM. Criou o site Portal G e o portal Ouvintes. É colunista de TV desde 2012. Atua no BastidoresDaTV, desde janeiro de 2015. colunajuliofantin@gmail.com

Pin It on Pinterest