Brasileiro sem interesse na Copa? Audiência histórica da Globo contraria pesquisa e torcida anti-seleção brasileira

Seja pela influência do seu jornalismo ou pelo monopólio esportivo da TV Globo, parte do país sempre criou especulações e frentes contrárias ao poderio das organizações da Família Marinho. E neste ano, onde a emissora transmite com total exclusividade a Copa da Rússia, não seria diferente. É notório que o Brasil passa por uma crise política e econômica, no entanto, o “país do futebol” continua sendo verde e amarelo.

Pesquisa do Datafolha, divulgada na primeira quinzena deste mês, mostra que 53% dos brasileiros não estavam nem aí para a Copa do Mundo 2018. Por outro lado, a TV Globo vem colhendo índices tão impressionantes de audiência, que nos fazem pensar: o hábito do brasileiro mudou desde a pesquisa Datafolha ou a medição da Kantar Ibope pirou?

Somente na manhã desta sexta-feira (22), com o jogo Brasil 2 X 0 Costa Rica, a Globo atingiu na Grande SP, uma audiência não vista há 12 anos. Dados prévios da Kantar Ibope mostram que mais de 4 milhões de televisores estavam ligados na transmissão que teve média de 57,3 (Share de 82%) e impressionantes picos de 64,1 pontos, superando o recorde obtido na primeira partida da seleção brasileira, quando 80% das TVs da capital paulista estavam ligadas na Globo. No país, a audiência PNT foi de 50,7 pontos no ultimo domingo (17), tendo mais de 12 milhões de televisores ligados na partida Brasil 1 X 1 Suíça. Quanto a partida desta sexta (22), na segunda (25), os consolidados do Ibope podem apresentar um novo recorde também no PNT.

E não são apenas em jogos da seleção canarinho que a Globo está colhendo bons índices com as transmissões. Nos 14 primeiros jogos da Copa 2018, a média acumulada é de 22,2 pontos 6,3 pontos a mais que a Copa do Mundo 2014, realizada no Brasil.

Se o Brasil chegar a disputar a final dessa Copa, alguém duvida que os índices de audiência ultrapassem todos os recordes dos últimos 30 anos, inclusive dos últimos capítulos das novelas das 21h, uma vez que a Globo é a única emissora aberta do país a transmitir o mundial da Rússia? Vamos aguardar. Evidente que nenhum programa ou jogo chegará ao feito do último capítulo de “Roque Santeiro” (99,6 pontos de média e 100 de pico), mas mesmo assim, o bom desempenho da Seleção pode voltar a nos surpreender. Enquanto isso, a torcida “anti-Copa”, utiliza as redes sociais para atacar e ao mesmo tempo promover a supremacia global. E isso que o “brasileiro não está nem aí para a Copa do Mundo”, do mesmo jeito que a importância da “Globo já era”…

Siga: JÚLIO CÉSAR FANTIN

Twitter: @jcfantin

Facebook: @eusouojulio

Instagram: @juliocesarfantin

Júlio César Fantin

Trabalhou em empresas de comunicação como SBT SC, Band SC e Regional FM. Criou o site Portal G e o portal Ouvintes. É colunista de TV desde 2012. Atua no BastidoresDaTV, desde janeiro de 2015. colunajuliofantin@gmail.com

Pin It on Pinterest