Novo garoto da Universal? Record TV contrata polêmico jornalista da concorrência que apedrejou em rede nacional

O mundo realmente dá voltas e em se tratando de televisão, aquela tela da fascinante fábrica do “faz de contas”, tudo pode mudar, dependendo dos interesses comerciais, de audiência e de estratégia corporativa. Se Xuxa Meneghel, hoje contratada da Record TV, foi brutalmente atacada pela Igreja Universal (maior mantenedora da Record), ligando suas músicas com o “homem da capa vermelha”, o público televisivo tem razões para não se surpreender com mais nada. O único otário do jogo é o telespectador, o dono do controle-remoto. Na última semana, mais uma grata surpresa: a Record TV anuncia a contratação de um ex-comentarista polêmico da afiliada da Globo em Santa Catarina, anos depois de apedrejar o profissional em rede nacional, forçando sua demissão da RBS TV (atual NSC TV), após cerca de 30 anos de serviços prestados.

Desesperada pelo crescimento do SBT Santa Catarina em todo Estado, a RIC TV/Record, afiliada da Record TV (emissora que também é sócia do grupo de mídia catarinense e paranaense), passa a borracha na história e contrata o Sr. Luiz Carlos Prates, de 75 anos, que desde que saiu da afiliada catarinense da Globo, passou 7 anos no SBT SC, com uma breve passagem na RedeTV! (Nacional). E como já se tornou rotina, a Record, novamente, mostra aos brasileiros, que seu “jornalismo verdade” só tem validade quando o tema ou o personagem estão ligados à Rede Globo. Em novembro de 2010, o “Domingo Espetacular” e o “Jornal da Record”, exibiram reportagens especiais atacando o polêmico jornalista, seu comportamento e a TV Globo. A saída de Prates ocorreu dois meses depois do ataque da concorrente, após manifestações de protesto contra alguns comentários feitos pelo jornalista em seu espaço na RBS TV e que foram mal recebidos por boa parte da opinião pública. Em um deles, responsabilizou o governo Lula e a popularização excessiva do automóvel pelo aumento do número de acidentes nas estradas. Prates disse que “hoje qualquer miserável tem um carro”. Já havia feito comentários polêmicos em 2009, quando teria supostamente defendido a ditadura militar, afirmando que o regime fora mais brando do que se noticia e que o país nunca cresceu tanto quanto nessa época, especialmente sob o comando do falecido ex-presidente João Figueiredo. Após ser afastado da RBS, em janeiro de 2011, Prates é anunciado como novo contratado do SBT SC. O humilde colunista que aqui escreve, foi assessor de Prates no seu ingresso no Grupo SCC (onde fui contratado) e acompanhou de perto toda a polêmica gerada, na época, pela Record.

O namoro com a emissora da Família Amaral durou alguns anos, até que os comentários ácidos de Prates renderam seu afastamento temporário. Após comentário polêmico sobre depressão e pessoas depressivas, no “SBT Meio Dia”, ele retornou para as suas atividades no SBT no dia 04 de maio de 2015. Em 24 de junho foi contratado pela RedeTV! para ser comentarista do RedeTV! News, mas depois deixou a emissora e retornou ao SBT em 04 de julho de 2016. Em sua passagem pelo SBT teve seus comentários exibidos em Santa Catarina, através do SBT SC e por um período no Rio Grande do Sul, através do SBT RS. Chegou a participar em rede nacional do quadro “Dois Dedos de Prosa, no “Programa do Ratinho”. Aliás, Ratinho nunca escondeu de ninguém seu interesse em contratar Prates para sua Rede Massa/SBT, onde estreou recentemente na programação e logo pediu demissão. A Massa é concorrente direta da RIC Record PR, o que gerou ainda mais polêmica no mercado.

Será que o “Jornalismo Verdade” da Record, oito anos após atacar ex-profissional de afiliada da Globo, venderá um “novo” Prates para seus telespectadores? Ele passa a fazer seus polêmicos comentários na TV, jornais e portais da RIC Record, a partir desta semana.

Prates, assim como qualquer cidadão, tem livre arbítrio para trabalhar onde quiser, até mesmo onde foi exposto nacionalmente como um “monstro/psicopata”. Outrora, por um olhar mais crítico, esse “destaque” possa ter no fundo agradado o senhor das opiniões fortes, dono da “razão e dos bons costumes”. Resolveu “perdoar” o “inimigo” e assim como Xuxa, ser um novo ser? Não importa o passado, nem mesmo as palavras proferidas, tudo é mutante nessa vida e já dizia o grande bispo e empresário da comunicaçāo, o profeta Edir Macedo: “nāo temos nada a perder, todos somos a Univer$al”.

Siga: JÚLIO CÉSAR FANTIN

Twitter: @jcfantin

Facebook: @eusouojulio

Instagram: @juliocesarfantin

Júlio César Fantin

Trabalhou em empresas de comunicação como SBT SC, Band SC e Regional FM. Criou o site Portal G e o portal Ouvintes. É colunista de TV desde 2012. Atua no BastidoresDaTV, desde janeiro de 2015. colunajuliofantin@gmail.com

Pin It on Pinterest