Barraco! MC Livinho pede oração em avião e leva soco na descida em Brasília

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O músico MC Livinho causou um tumulto em um voo que ia do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para o Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, na tarde deste sábado (2). O artista trocou socos com um homem na saída da aeronave depois de pedir, pelo sistema de som, para que os passageiros rezassem durante a descida.

O G1 Distrito Federal tentou contato com o músico, mas não conseguiu localizá-lo. A Avianca informou que o comandante solicitou a presença da Polícia Federal “para garantir a segurança operacional e dos passageiros, seguindo a praxe do setor para esses casos”.

Segundo testemunhas, o artista pegou o telefone instalado na parte traseira do avião, usado pelos comissários de bordo, e disse: “Senhoras e senhores passageiros, estamos iniciando o procedimento de descida. Por favor, rezem comigo: ‘Pai Nosso que estais no céu…’”.

Uma policial federal que estava a bordo não gostou da brincadeira e reclamou com a aeromoça. Quando a aeronave pousou no aeroporto de Brasília, a PF foi chamada para retirar o músico antes do desembarque dos outros passageiros.

O músico se dirigia para a porta do avião, escoltado por policiais, quando se desentendeu com um passageiro, que deu um soco nele. A PF interveio e impediu que a confusão continuasse. Em seguida, o MC deixou a aeronave.

A Polícia Federal informou que o funkeiro foi levado para a Superintendência da corporação. Ele assinou um termo circunstanciado e depois foi liberado. Ele vai responder por agressão, segundo a PF.

MC Livinho é o nome artístico de Oliver Decesary Santos. Paulistano de 21 anos, ele é conhecido como cantor de “funk ousadia”, que mistura humor com erotismo e ostentação. Entre os sucessos dele, estão “Tudo de bom”, que alcançou 73 milhões de visualizações do YouTube, e “Cheia de marra”, que atingiu a marca de 43 milhões de views.