Após 36 anos, “Telecurso” deixa a grade da Rede Globo

telecurso

O tradicional programa educativo das manhãs da Globo, o “Telecurso” vai deixar a grade da emissora. A atração sairá do ar no dia 14 de novembro, mas o projeto seguirá pela internet.

O principal motivo do cancelamento do programa são as consecutivas derrotas para o SBT. Os telejornais exibidos na emissora de Silvio Santos, durante a madrugada, vem alcançando médias entre 4 e 5 pontos no Ibope, contra 3 pontos do “Telecurso” e do “Globo Rural”.

A partir do dia 1º de dezembro, a emissora estreará o “Hora Um”, telejornal ao vivo apresentado por Monalisa Perrone, que será exibido das 5 às 6 da manhã para tentar barrar o crescimento do SBT no horário.

Com isso, o “Telecurso” será migrado para uma plataforma no portal globo.com a partir do dia 12 de novembro. O aluno poderá acompanhar os conteúdos através de PCs, celulares ou tablets.

O “Telecurso” existe desde 1978 e é mantido pela Fundação Roberto Marinho. O projeto consiste em exibir programas denonimados tele-aulas e funciona como um sistema de educação à distância.

Inicialmente, eram oferecidas tele-aulas das matérias do 2º grau, atualmente chamado de ensino médio. Em 1981, foi criado o “Telecurso 1º Grau”, com programas que abrigam os últimos anos do ensino fundamental.

O projeto foi totalmente remodelado em 1995, com a criação do “Telecurso 2000”, sendo uma parceria da Fundação Roberto Marinho com o sistema FIESP. Além das aulas de 1º e de 2º grau, também foi oferecido o curso profissionalizante na área de mecânica.

Em 2007, foi criado o “Novo Telecurso” para atualizar os conteúdos nas áreas de história e geografia. Além disso, foram incluídas matérias como filosofia, sociologia, música e teatro.

Durante todo esse período, o “Telecurso” era exibido no início da manhã na grade da Globo. Com a ampliação da grade da emissora, o programa passou a ser mostrado no final da madrugada.

Curta o Bastidores da TV no Facebook: https://www.facebook.com/BastidoresDaTV

Pin It on Pinterest