Carol Castro contracena com o pai em “A Lenda do Mão de Luva”, spin-off de “Liberdade, Liberdade”

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Além do prazer de interpretar Selena e seus variados disfarces, o quarto episódio de “A Lenda do Mão de Luva”, spin-off de “Liberdade, Liberdade”, teve um gostinho especial para Carol Castro.

Em “Quem dá Mais”, ela teve a oportunidade de aproveitar momentos em família em pleno estúdio. No capítulo em que a golpista vivida pela atriz se passa por dona de um cabaré, um dos fazendeiros que frequenta o local e enfrenta Mão de Luva (Marco Ricca) é Luca de Castro, pai de Carol. “Estar junto, participando da mesma obra é uma satisfação muito grande, a gente se diverte”, comemora o ator.

Luca lembra que a filha decidiu seguir a carreira artística ao acompanhá-lo quando ainda era criança. “A Carol começou fazendo teatro comigo quando tinha 9 anos de idade. Foi aí que ela despertou para as artes cênicas”, conta.

Na TV, o primeiro trabalho juntos foi na novela “O Profeta”, de 2006. “Nós não éramos do mesmo núcleo exatamente, mas eu fiz a novela toda e em alguns momentos a gente se cruzava”, se lembra Luca, que também esteve com a filha em “Bang Bang”, em que fez uma participação.

A ideia de juntar pai e filha em “A Lenda do Mão de Luva” veio do diretor Vinícius Coimbra. “Durante a prova de figurino para o spin-off, ele comentou que meu pai poderia fazer uma participação e eu disse que ele iria adorar”, explica Carol, animada com a presença de Luca no projeto.