Globo promove coletiva de imprensa da segunda temporada de “The Voice Kids”

Foto: Globo/Mauricio Fidalgo
Foto: Globo/Mauricio Fidalgo

Uma roda de amigos, com boa música, bate-papo e muitas risadas. “The Voice Kids” só estreia em janeiro, mas o clima do reality musical deu o tom do encontro realizado hoje tarde nos Estúdios Globo entre jornalistas e o elenco da atração. Os técnicos Ivete Sangalo, Carlinhos Brown, a dupla Victor & Leo, os apresentadores André Marques e Thalita Rebouças, além dos diretores Creso Eduardo Macedo e Flavio Goldemberg receberam todos no palco para uma conversa sobre o sucesso do programa e a expectativa para a segunda temporada.

André Marques, novo comandante do TVK, recepcionou os repórteres e não escondeu a ansiedade pela estreia que, segundo ele, será mais emocionante do que nunca. “Eu já amava e me emocionava com o programa como espectador. Depois que soube que iria apresentar, fiquei ainda mais feliz. É um projeto lindo, especial e que me toca. Essas crianças e jovens são demais”, disse André. “O mais legal é que me emociono e me divirto na mesma proporção. Eu sou 100% emoção e estou tendo uma concentração diferente para focar bem e não me emocionar muito para não atrapalhar. A turminha é da pesada, não vai ser moleza não”, se diverte o novo apresentador. Thalita Rebouças, parceira de André e também estreante na função, é outra que se derrete sobre o musical. “Quando vi o programa me apaixonei. Na hora liguei pra direção e me ofereci”, disse rindo. “Nem preciso dizer o quanto eu amo e me identifico com o público jovem. Já encontrei vários leitores entre os candidatos e isso deixa tudo ainda mais especial. Sei o quanto o sonho é importante nesta fase e vou te dizer: cantam muito esses “bichinhos”. Fiquei de boca aberta. Vai ser lindo”, pontua a nova apresentadora.

Quem estava presente teve o privilégio de assistir de perto um pocket show exclusivo dos técnicos, que também foi transmitido ao vivo nos perfis oficiais do programa na internet. Carlinhos Brown abriu a cantoria com “Dia Iluminado”. Victor & Leo mostraram a clássica “Vida Boa” e a musa Ivete Sangalo cantou “Seus Planos”. O quarteto, dono das cadeiras vermelhas pelo segundo ano, está mais do que empolgado com a nova temporada.

“As crianças que se apresentam aqui têm nível artístico cada vez mais alto e mostram que têm estudado. Estudar as técnicas é fundamental para que a prática se torne intuitiva. Isso pode influenciar muito e tem influenciado na cultura do país. O programa é uma potencialização do nosso contato com as crianças e acho que isso foi nova carga de oxigênio para as novas gerações nos conhecerem”, conta Victor. “Agora a gente montou um trio: Victor, Leo e Kids. Em cada show, temos uma participação. Isso abrilhanta, traz energia. Esses alunos, teoricamente, que são os kids que vêm aqui aprender sobre música, foram professores em outro quesito: entraram nas famílias ensinando muitos valores. Eles dão exemplos de atitudes que muitas vezes os próprios adultos não conseguem ter, como humildade e altruísmo”, completa Leo.

O diretor artístico Creso Eduardo Macedo conta que nesta temporada o repertório será majoritariamente em português. “Vocês podem esperar um repertório lindo”, avisa ele. Para Brown, as crianças mostram que a música é uma das grandes ferramentas de educação. “O “The Voice” é maturidade e o The Voice Kids, iniciação. O melhor é poder trazer um pouco da nossa experiência. Afinal, as pessoas têm seu talento. Esses talentos que são apresentados aqui e no “The Voice” tiram uma dúvida enorme sobre para onde está indo a música. Aqui, a gente discute sobre alma, sobre viver e sobre como é forte a cultura brasileira”, aponta Brown.

Técnica e mãezona, Ivete conta que trata as crianças como se fossem seus próprios filhos. “Quando me chamaram para participar, fiquei muito feliz. Me chamaram num momento em que descobri a pílula da vida, da força e da coragem que é ser mãe. Foi um misto: estar vivendo esse sonho com as crianças, que ficará na memória afetiva delas, e de ter a sensação de coração transbordando. Dá vontade de virar para todos. As vozes são lindas. As vontades são maiores ainda. Quando a criança começa a cantar, você começa a colecionar razões para escolher. O objetivo do programa é fortalecer essas crianças, independente do que vai acontecer aqui. Sou com eles como sou com meus filhos: honesta, verdadeira e incentivadora”, define a cantora.

O programa, com estreia prevista para o dia 8 de janeiro, vai ao ar aos domingos e mantém o formato que fez sucesso no começo do ano: terá candidatos de 9 a 15 anos e três fases: “Audições às Cegas”, “Batalhas” e “Shows ao Vivo”. O vencedor ganhará R$ 250 mil e um álbum gravado pela Universal Music. A segunda temporada do “The Voice Kids” tem direção artística de Creso Eduardo Macedo e direção geral do programa é de Flavio Goldemberg.

FASES DO THE VOICE KIDS

Audições
Na primeira fase, conhecida como “Audições às Cegas”, os candidatos se apresentam e são avaliados apenas pela sua voz. Nesta etapa, os técnicos viram suas cadeiras e montam os três times: Time Ivete, Time Brown e Time Victor & Leo. Se mais de um técnico escolher o mesmo candidato, quem escolhe com quem quer trabalhar é o próprio candidato. Cada time termina esta fase com 24 candidatos.

Batalhas
Com as equipes formadas, começam as batalhas. Nelas, os jovens cantam em trios com integrantes do próprio time. Após cada apresentação, cabe ao técnico decidir quem avança para a próxima etapa. Dois candidatos deixam o programa.

Shows ao vivo
As disputas são ao vivo, e o público ajuda a decidir quem fica na competição.

Grande final
Na final, três finalistas disputam a vaga de campeão do “The Voice Kids” 2017.

X

Pin It on Pinterest

X