Geraldo Luís procura advogado para romper com Record e assinar com o SBT

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Geraldo Luís e Record estão em pé de guerra mais uma vez. O apresentador já gritou aos quatro ventos que não quer trocar o “Domingo Show” por um programa diário e a direção da emissora está tentando convencê-lo de todas as formas a aceitar a proposta.

E por conta dessa “pressão” por parte da Record, Geraldo Luís procurou os seus advogados na semana passada para estudar um meio de romper o seu contrato com a emissora de Edir Macedo. Geraldo disse nos bastidores da emissora que pediu isso aos advogados porque está se sentindo coagido a apresentar um programa diário que ele não quer e não pode, por questões de saúde e pelo filho de 15 anos, que Geraldo cria sozinho.

Geraldo argumenta que o seu atual contrato com a Record, renovado há poucos dias, era para continuar apresentado o seu atual programa, o “Domingo Show” e não para enfrentar a novela das 21h e o “Programa do Ratinho”, duas atrações consolidadas no horário.

E por isso, ele que saber dos advogados se ele pode rescindir com a Record, caso a emissora insista em tirá-lo dos domingos e colocá-lo de segunda a sexta, sem pagar a multa contratual de aproximadamente R$ 20 milhões.

Na Record, duas opiniões a respeito do assunto está circulando: a primeira é de que Geraldo Luis recebeu uma proposta do SBT, que não renovou com Raul Gil exatamente para guardar as tardes de sábado para o apresentador da Record em 2017.

Por outro lado, a segunda opinião que circula nos bastidores é que Geraldo está usando o interesse do SBT para pressionar a Record a mantê-lo nos domingos e desistir do programa diário com ele no comando e por isso teria feito chegar a alta cúpula da rede de Edir Macedo que consultou os advogados para saber se pode ou não rescindir com a Record sem sair “por baixo”. São informações do jornalista Daniel Castro.

Geraldo, como informado, já disse que não quer trocar o domingo por um programa diário, e usa a sua saúde (ele é diabético) e o seu filho de 15 anos como razão para não aceitar a proposta de meio milhão de reais. Geraldo já afirmou que não quer  morrer ao vivo como Flavio Cavalncate, em 1986, aos 63 anos. Fato que foi desmentido pela jornalista Sonia Abrão.

Nós já informamos também que a ideia da Record é tirar Ratinho da vice-liderança no horário nobre e consolidar não só na audiência como no mercado publicitário.

Mesmo com as negativas, a nota do jornalista afirma que a Record já encomendou a quatro diretores propostas de formatos para o novo programa, entre reportagens, games-shows e realities shows. Sobre o novo contrato, a Record afirmou que Geraldo está como apresentador da emissora e não específica em quais dias da semana.

X

Pin It on Pinterest

X