Glória Perez explica escolha de uma mulher para papel de transexual em “À Flor da Pele”

Foto: Anderson Barros/Ego
Foto: Anderson Barros/Ego

Glória Perez continua em busca de inspiração para contar a história de transexuais em sua próxima novela na Globo, com nome provisório de “À Flor da Pele”, e prevista para estrear em abril de 2017.

De acordo com informações do site Ego, a autora esteve na tarde festa terça-feira (20) visitando o “Projeto Damas”, da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS) do Rio. No local, a novelista participou de uma roda de conversas com alunas e ex-alunas do projeto, que visa promover a inclusão social e inserção ao mercado de trabalho de travestis e transexuais.

“Eu estou muito feliz de estar aqui, principalmente porque será o tema da minha próxima novela. Eu sempre tive responsabilidade social nas minhas novelas, e terei também nesta próxima. É o momento que todos falarão disso e será muito discutido em todos o país. Infelizmente vivemos num país em que através de uma novela podemos fazer mais do que por meio de um movimento organizado”, disse Glória Perez no início da conversa.

Antes que fosse questionada, Glória Perez fez questão de explicar o motivo de ter escolhido uma mulher para viver o papel de transexual na sua trama e não uma atriz transexual.

“Eu farei um trans homem, muita gente não estava sabendo disso, achavam que seria um homem virando mulher. Por isso acho que ficará mais fácil para o público colocar uma mulher, que se incomoda com seu corpo, que odeia seus peitos crescendo, e que quer ser homem. Se eu colocasse um trans já formado, ele teria barba, já aceitaria seu corpo, e não passaria realmente esse sofrimento de não se identificar com o corpo. A garota da trama vai ter que se descobrir”, disse Glória Perez, que escolheu Caroline Duarte para o papel principal da trama.

Glória adiantou que a personagem principal da trama será mostrada desde bebê, e que será filha de uma socialite, perua, que sonhou em tornar sua filha numa princesa. “Esse processo da trama, da atriz descobrir que não se encaixa no corpo de mulher, irá durar mais ou menos um mês e meio. E vai mostrar todo o incomodo da personagem em ter sido escolhida para ser a princesinha da família. Ela não se encaixa nisso, mas não sabe direito o que ela é. E esse processo dolorido precisa ser mostrado ao público”, falou a autora.

A novelista contou que muitos transexuais passaram por testes para papéis secundários na novela. “Os transexuais verdadeiros também terão seu espaço na trama. Fizemos muitos testes e vamos mostrar os transexuais quando o personagem começar a se descobrir incomodado com seu corpo. Aí ela vai procurar conhecer esse mundo e os trans verdadeiros vão aparecer”, disse Glória Perez.

X

Pin It on Pinterest

X