TV por assinatura diz que serviço sob demanda é aliada do setor

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Executivos do setor de TV por assinatura sustentam que a TV sob demanda não canibaliza a TV linear e dever usada como aliada do setor. A TV paga perdeu clientes, mas ganhou audiência de janeiro de 2016 até agora. As informações são da colunista Cristina Padiglione, do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a colunista, o caso mais seguro para esta leitura é o de esportes, ramo em que os assinantes assistem ao gol ao vivo e sob demanda, quantas vezes quiser. O mesmo acontece no ramo infantil.

Na ABTA, feira da Associação Brasileira de TV por Assinatura, encerrada sexta-feira (1º), em São Paulo, esse diagnóstico foi explicitado por Renata Policício, da área de pesquisas da ESPN, e por Fernando Magalhães, da América Móvil (NET e Claro), que endossou o potencial do NOW para atrair novos assinantes para o Telecine, por exemplo.

De acordo com Padiglione, uma primeira informação sobre os números de assinantes em maio aponta que a queda de clientes se estancou. Para saber se isso significa de fato uma tendência, é preciso aguardar o saldo dos meses a seguir.