MTV investe em conteúdo local e estreia versão nacional de “Catfish”

Ricardo A. Gadelha e Ciro Sales apresentam a versão nacional de "Catfish". Foto: Divulgação/MTV
Ricardo A. Gadelha e Ciro Sales apresentam a versão nacional de “Catfish”. Foto: Divulgação/MTV

Seguindo a estratégia de investir cada vez mais em produções nacionais, a MTV estreia no próximo dia 31, quarta-feira, às 22h, o reality show “Catfish Brasil”, apresentado por Ciro Sales e Ricardo A. Gadelha. Sucesso mundial de audiência e uma das atrações mais assistidas no Brasil, o programa aborda os relacionamentos que nascem na internet: casais que ao longo de meses e anos somente se relacionam pela rede e que nunca se viram pessoalmente.

“Sabemos que o brasileiro é um dos que mais usa as redes sociais no mundo, tanto para expor opiniões como para se relacionar com outras pessoas, sejam elas amigas ou não no chamado ‘mundo real’. Por isso decidimos produzir a versão nacional de ‘Catfish’, programa que já faz muito sucesso por aqui com a versão americana e que mostra o lado sombrio de se relacionar com alguém no mundo virtual”, explica Tiago Worcman, Vice-Presidente Sênior de programação e conteúdo da MTV na América Latina. “Temos produzido muito e investido em produção nacional para entregar conteúdo de qualidade a essa audiência em frequente mudança”, completa o executivo.

Em cada episódio, Ciro e Ricardo mergulham em uma nova aventura para ajudar uma pessoa apaixonada a descobrir a verdade sobre seu parceiro (a). A ideia é investigar e ajudar quem pode ter sido enganado a desvendar mentiras e verdades sobre seu relacionamento online.

Quem nunca desconfiou que estivesse sendo enganado pelo crush da internet, não é mesmo? A rede aproximou muito as pessoas, conectou quem vive em cidades diferentes, países diferentes. Com isso, vieram novas amizades, novas paixões e novas dúvidas… Principalmente porque, na maioria das vezes, fica muito difícil conhecer o outro ao vivo e em cores.

“O mercado brasileiro foi bastante receptivo com o programa e com a ajuda oferecida. Recebemos pedidos de todo o Brasil e tivemos a oportunidade de apresentar casos bem diversos, tanto de grandes capitais como de cidades do interior. O amor e a descoberta da verdade são tão importantes para a audiência brasileira como para a comunidade global que seleciona o mundo virtual como o caminho para encontrar o amor verdadeiro”, conta Damaris Valero, diretora e produtora executiva da série no Brasil.

“Catfish” começou como um documentário, lançado em 2010, agradando tanto público quando crítica. Em 2012, virou reality na MTV Americana: “Catfish – The TV Show”. O termo catfish é muito utilizado na língua inglesa para designar pessoas que enganam outras na internet, postando fotos e informações falsas em mídias sociais.

Os apresentadores

Ricardo A. Gadelha, 33 anos, nasceu em Niterói-RJ, é um artista multilinguagem e atua como ator, diretor e palhaço há 18 anos. “Nossa jornada é proporcionar o encontro entre duas pessoas que se amam, mas nunca se viram. Como apresentadores, a gente se complementa. Admiro muito o Ciro pelo modo empático e compassivo com que ele se conecta com as pessoas. Já pra mim, o importante é estabelecer pontes sólidas de cumplicidade, para que os participantes do programa se sintam acolhidos e seguros com a gente. Afinal, muitas vezes eles depositam todas as expectativas de suas vidas afetivas em nossas mãos”, explica Ricardo, que no programa também tem a função de operador de câmera e fotógrafo, registrando todas as jornadas.

Ciro Sales é baiano e tem formação artística interdisciplinar, atuando principalmente no teatro. “O Catfish tem me ajudado a olhar com mais compreensão e cuidado para as relações virtuais. Sou grato à MTV pelo convite, e é muito bom que seja com o Ricardo, esse irmão que conheci há pouco e já é tão parceiro”, comenta Ciro. “No programa, somos investigadores. Recebemos o caso e vamos atrás de pistas e caminhos para fazer quem nos procurou encontrar pessoalmente com o seu parceiro virtual. Nossa função é entregar a verdade para quem pede nossa ajuda, e estou muito feliz por estar conduzindo um programa que tem essa finalidade. Colocar as coisas em seus devidos lugares, para que as pessoas possam viver suas paixões às claras, ou ajudá-las a se libertar de relações que não as levam adiante é uma missão muito importante!”, completa.