“Quase tudo que se faz hoje em termos de programa de auditório o Chacrinha já fazia”, afirma Stepan Nercessian

Durante participação no “Mariana Godoy Entrevista” da última sexta-feira (16/11), Stepan Nercessian comentou sobre presidir o famoso Retiro dos Artistas já há 14 anos e fala da alteração que tem feito no conceito do local. “A gente mudou o paradigma de que para você ir para lá, você tem que estar com uma idade avançada. Chegamos a conclusão de que muitas vezes o Retiro está ali para apoiar o artista num momento em que ele estiver com problemas, tenha ele a idade que tiver”, disse ele sobre o espaço, que atualmente atende aproximadamente 60 pessoas.

Fundado no Rio de Janeiro com o objetivo de oferecer apoio social e assistencial à classe artística, o Retiro completou 100 anos de existência e, ainda sobre o assunto, Stepan explicou que a grande ideia atualmente é se solidarizar com a situação do artista e tentar fazer com que ele se reestabeleça: “O cara fica desempregado, não tem como pagar as contas e é uma dificuldade. Então percebi que é muito mais importante nesse momento a pessoa poder ter uma paz de espirito para se recuperar, entrar de novo no mercado e voltar com força, do que esperar a decadência final, quando não tem mais jeito”.

Stepan é o protagonista do filme “Chacrinha, o Velho Guerreiro”, lançado no último dia 8 de novembro, e ao falar sobre Abelardo Barbosa, ele mencionou a influência que o programa do Velho Guerreiro tem nas atrações atuais. “Quase tudo que se faz hoje em termos de programa de auditório o Chacrinha já fazia naquela época e era engraçado porque ele era muito perfeccionista. A produção sofria com ele”, afirmou.

Apresentado por Mariana Godoy, o ‘Mariana Godoy Entrevista’ vai ao ar às sextas-feiras, às 23h00, pela RedeTV!

Pin It on Pinterest